Frankie Muniz
Frankie Muniz competiu na F-BMW e na F-Atlantic. Agora, ele quer a Indy Lights

Paul Newman foi uma personalidade bastante marcante do século passado em pelo menos duas atividades bem distintas: cinema e automobilismo.

Os fãs do ator e entusiastas da sétima arte praticamente ignoram os triunfos do piloto nas pistas como as 24 Horas de Le Mans, ou o sucesso da Newman-Haas na Indy. Os aficionados pelas corridas, por outro lado, mal conseguem falar qual filme lhe rendeu o Oscar de melhor ator. Claro que estou generalizando, mas não estou tão enganado.

Newman não pode até ter sido o primeiro ator a virar piloto, ou talvez tenha sido aquele que teve maior sucesso. Depois dele, Patrick Dempsey (que faz o Dr. Grey em Grey’s Anatomy, ok, Dr. Shepherd – era uma piada) talvez seja o exemplo de maior sucesso entre cinema e pistas. Dempsey corre na GrandAM em uma equipe própria, além de participar ocasionalmente das 24 Horas de Le Mans.

O desempenho do piloto-ator não é ruim, mas normalmente fica longe das vitórias. Exceção feita às 24 Horas de Daytona deste ano, quando a equipe do americano perdeu a vitória nas horas finais por conta de um acidente bobo quando estava tranquilamente na liderança. Aliás, a experiência nas pistas fez com Dempsey tivesse uma participação curiosa em Transformers 3. O americano fez o papel de Dylan, vilão humano da história, que é realmente um viciado em carros e em corridas.

Só que tanto Newman como Dempsey usaram a fama de ator para entrarem logo nas principais competições. Ainda que eles tenham participado de corridas regionais, jamais tiveram paciência de participar anos e anos das categorias de acesso para chegarem melhor preparados aos campeonatos principais. Da mesma forma, nenhum deles largou a carreira de ator/produtor enquanto se dedicou às pistas.

Frankie Muniz está no extremo oposto. O ator de apenas 25 anos ficou famoso no início dos anos 2000 quando protagonizou a série Malcom e fez alguns filmes menores em Hollywood como ‘O Grande Mentiroso’, ‘O Agente Teen’ e ‘My sexy Years’. Enquanto isso, o ator foi convidado para participar daquela corrida para celebridades que é realizada no final de semana de Long Beach. Muniz ganhou a corrida de 2006 e resolveu seguir carreira nos carros.

Frankie Muniz Twitter answer
Frankie Muniz mostrou que tem condições de correr na Indy e que não é de levar desaforo para casa (clique para ampliar, mas não ajuda muito)

Depois de disputar sem nenhum destaque a F-BMW Americas em 2006, o piloto competiu por três anos na F-Atlantic, tendo como melhor resultado uma quarta colocação obtida na etapa de Utah no início de 2009. Nesse meio tempo, o ator resolveu desistir da carreira – ou quase totalmente – para se dedicar às pistas. Só que com o fim da ChampCar e da F-Atlantic, Frankie Muniz acabou saindo de cena, ficando o último ano sem correr.

Agora, na metade de 2011, o piloto-ator pretende voltar às pistas no próximo ano e diz que já está negociando com algumas equipes da Indy Lights pensando em pular para a categoria principal em 2013. Ele, por exemplo, correu pela Jensen na F-Atlantic e, hoje, a equipe canadense está na Indy Lights. Outro caminho poderia ser a Walker, onde foi companheiro de Simona De Silvestro.

Muniz teria bons motivos para acreditar na carreira de piloto ainda. Por exemplo, ao contrário de Dempsey e Newman que fizeram a mudança tardiamente, o sucesso prematuro do intérprete de Malcolm faz com que hoje ele tenha apenas 25 anos. Esteban Guerrieri, da Sam Schmidt na Indy Lights, por exemplo, tem 26. Outro fator – e ainda mais importante – dinheiro não é problema. De acordo com o próprio ator, ele parou de atuar aos 19 anos com apenas US$ 40 milhões na conta.

Aliás, essa é a principal história sobre Frankie Muniz. Alguns anos atrás, alguém resolveu criticá-lo no Twitter dizendo que ele era um péssimo ator. O americano polidamente respondeu “Com certeza, mas estar aposentado com US$ 40 milhões aos 19 anos não tem sido péssimo. Boa sorte tentando sair da casa da sua mãe antes dos 35”.