A seca de Ryan Newman acabou em New Hampshire

Ryan Newman
Sobre Ryan Newman comemorar a vitória no carro do exército e com a bandeira americana, diria que foto mais patriótica impossível

Ryan Newman tinha chegado pressionado à etapa de New Hampshire da Nascar, que aconteceu neste domingo, dia 17. Depois de conseguir a pole-position no treino classificatório da sexta-feira, o piloto se tornou o décimo atleta na história da categoria que mais vezes largou na posição de honra, em 47 oportunidades.

Apesar disso, até antes de New Hampshire, o piloto tinha uma marca incômoda. Das 46 vezes anteriores em que saíra na frente, somente em três ele se tornou o vencedor da corrida. O piloto da Stewart-Haas ainda detinha um péssimo aproveitamento na média. Das últimas 34 poles – ou desde 2003 – ele não vencia saindo na frente. O pior recorde da história da Nascar.

Newman, aliás, nunca foi um piloto extremamente vencedor. Ainda falando sobre a temporada de 2003, o então piloto da Penske obteve oito vitórias na ocasião. E olha que ele fazia apenas a segunda temporada completa no turismo americano. Apesar disso, a partir daí ele entrou em uma espiral decrescente de resultados terminando apenas seis vezes nas oito temporadas seguintes no Victory Lane.

Em New Hampshire, o agora piloto da Stewart-Haas não ligou para as estatísticas – e se você quiser não viu ou quiser relembrar como foi a prova basta clicar aqui para ler a história. O piloto aproveitou que a equipe de Tony Stewart tinha um carro muito bem acertado para não só conseguir a pole-position como também para ser um candidato à vitória durante toda a corrida. No final, o piloto poupou o máximo de combustível possível para fazer uma parada a menos e terminar entre na frente.

Até houve um ensaio de polêmica com uma certa desconfiança em relação a Tony Stewart, que poderia ter tirado o pé nas voltas finais para deixar que o companheiro de equipe vencesse e acabasse com a marca negativa. Mas não deu em nada. O bicampeão logo desmentiu o fato e disse ter acelerado até o fim.

Assim, Newman se tornou o 13º vencedor diferente em 2011. Além dele, já haviam vencido Trevor Bayne, Jeff Gordon, Carl Edwards, Kyle Busch, Kevin Harvick, Jimmie Johnson, Matt Kenseth, Denny Hamlin, Regan Smith, Brad Keselowski, Kurt Busch e David Ragan. Lembrando que o recorde é de 19 ganhadores distintos em uma temporada só e aconteceu quatro vezes: 1956, 1958, 1961 e 2001. Somente a última na Modern Era.

A Sprint Cup agora faz uma pausa de uma semana e volta somente no dia 31 de julho para a tradicional etapa de Indianápolis. Juan Pablo Montoya é o favorito, mas Kevin Harvick, Jimmie Johnson e Tony Stewart têm um histórico muito positivo na pista. Olho também em Kyle Busch e em Carl Edwards. Antes disso, porém, a Nationwide e a Truck Series competem em Nashville em um final de semana que, pasme, não terá Kyle Busch na pista.

Lembrando que foi em Nashville que Nelsinho Piquet conquistou o melhor resultado da carreira ao chegar em segundo perdendo para Kyle Busch – que não corre – no início do ano. Quem for acompanhar a corrida, aliás, se prepare, pois essa estatística deverá ser bombardeada durante a prova para justificar esperança no triunfo brasileiro.

2 comentários sobre “A seca de Ryan Newman acabou em New Hampshire

  1. É o fat team, se Stewart entalou numa McLaren, imagina o Newman! Brincadeiras a parte, muito bom ver uma equipe fora das tradicionais Roush, Hendrick e Childress fazer um resultado tão bom assim.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s