F1 2011 no Canadá

Circuit Gilles Villeneuve Montreal
A pista de Montreal, além de se muito bonita, também é um convite às ultrapassagens

Os assuntos extra-pista ganharam atenção nessas última duas semanas muito por conta de toda a indefinição que ronda a realização, ou não do GP do Bahrein. No entanto, não se pode esquecer que a F1 retorna às pistas nesse domingo, dia 12. Para essa ocasião fica uma pergunta a ser respondida: alguém pode parar Sebastian Vettel?

Afinal, o desempenho do piloto da Red Bull está acima até mesmo das previsões mais otimistas. Vettel só não largou na pole-position no GP da Espanha e só não venceu na China, quando terminou em uma péssima segunda colocação.

Mesmo com todo esse domínio, o GP do Canadá pode, sim, ter um vencedor diferente. O principal – e talvez único – rival do alemão será Lewis Hamilton. O piloto da McLaren correu três vezes em Montreal desde que chegou à F1. Venceu duas e abandonou a outra, sempre largando da pole-position.

Hamilton terá que apostar nos novos artifícios para conseguir vencer a Red Bull. Em primeiro lugar, o traçado da ilha de Notre Dame não necessita tanta downforce como em outros circuitos do calendário, assim, a equipe austríaca perde o que tem de mais forte. Os pneus também terão um papel importante. Com o asfalto destruindo rapidamenete os compostos de quem não souber economizar, o número de paradas pode ser um fator na hora de deicidir o resultado.

Por fim, Montreal é uma pista que permite ultrapassagem. São praticamente quatro ou cinco pontos em que é possível superar o carro da frente. Tanto é, que serão duas áreas para o uso da asa traseira móvel.

Fora da briga entre Vettel e Hamilton, o GP do Canadá vai servir para comprovar a evolução em Williams, Force India e Sauber. Em Mônaco, esses três times tiveram bons resultados – ou superiores aos que vinham tendo – e agora pegam uma pista completamente diferente pela frente. Quem também sabe que o GP do Canadá é fundamental é Nick Heidfeld. A Renault não anda muito contente com o desempenho do time, então, uma mudança de resultados o quanto antes é muito bem vinda.

O Circuit Gilles Villeuneve talvez seja atualmente o principal traçado  da F1 ao lado de lugares como Melbourne, Spa-Francorchamps e Interlagos. A Ilha de Notre Dame é um lugar belíssimo e ainda tem uma pista que permite ultrapassagens. Acho  que isso é tudo o que um fã da F1 pode querer.

Meu palpite (furado) é que Hamilton mantém o domínio canadense. Vettel termina em segundo e Button completa o pódio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s