Maldade pouca é bobagem

Tim Andrews em Talladega
Tim Andrews foi chutado da equipe 2nd Chance sem mais nem menos após a prova de Chicago

No início do ano, Rick Russell, dono da pequena 2nd Chance Motorsport, na Nationwide, conseguiu seus 15 minutos de fama. Infelizmente para o americano, pelos motivos errados, já que na ocasião Jennifer Jo Cobb, sua antiga piloto, boicotou a participação em uma corrida da categoria minutos antes da largada ao alegar ter sido informada de que a equipe adotaria a tática de start-and-park de última hora.

A história de Jennifer se tornou um posto aqui do blog, que você pode ler clicando aqui. Na época, tanto a piloto quanto o dirigente apresentaram bons argumentos para defender o ponto de vista e, por isso, quem acompanha a Nascar de fora não pôde afirmar com precisão quem falava a verdade.

No último sábado, dia 4, mais de dois meses depois do ocorrido, Russell voltou à cena na Nationwide. Após a etapa de Chicago, o dirigente esperou que os integrantes da 2nd Chance colocassem todo o material utilizado na corrida, inclusive os carros, no caminhão da equipe para demitir todo mundo, incluindo o piloto Tim Andrews. Como maldade pouca é bobagem, Russell foi embora no caminhão e deixou todos os novos desempregados presos na pista à espera de uma carona bondosa.

Tão logo Andrews conseguiu sair da situação resolveu, a exemplo de Jennifer Jo Cobb, detonar o antigo patrão. No twitter, o piloto escreveu a seguinte mensagem.

“Eu já fui à três competições de amarrar o carneiro e um circo de peladonas, mas nunca tinha visto uma m… como a que vou passar esta noite. Depois de ter sido abandonado na pista, já estamos de volta para casa. Eu estou pronto para voltar para casa com as minhas garotas depois dessa viagem dos pesadelos. Sim, ele apunhalou novamente. Depois de o time ter carregado o caminhão, ele nos demitiu e mandou achar o nosso próprio caminho para casa”

Como visto, Russell é um gentleman em se tratando de lidar com pilotos. Se Jennifer reclamava do start-and-park, nem isso Andrews fazia. O piloto sabia da limitação do time e estava razoavelmente satisfeito com a função empregada. Poucas horas da corrida (e da demissão) até postou uma mensagem animadora. “Pronto para o briefing, o carro esteve um pouco solto no treino classificatório, mas posso segurar. Ele vai estar muito bom para  as nossas 25 voltas de hoje”.

Enquanto Andrews deve voltar à geladeira e ficar esperando alguma vaga em um time pequeno, Russell pode até ter se saído bem em um primeiro momento. No entanto, o dirigente talvez possa começar a se preocupar para uma eventual disputa na justiça. Se o processo contra Jennifer estiver correndo, o depoimento de Andrews sobre como o chefão é um cara bacana, alto-astral e justo no trabalho pode servir para dar credibilidade à versão da piloto em frente ao juro.

É, Russell, creio que você gastou a sua 2nd Chance.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s