Steve Arpin
Steve Arpin vai correr na Truck Series pela equipe de Steve Turner

O canadense Steve Arpin, que faz carreira nas categorias de turismo dos Estados Unidos, já foi motivo de posts aqui no blog em algumas oportunidades – caso você não o conheça pode clicar aqui e ver uma curiosa história sobre o piloto, ou aqui para ver todas as vezes que eu o mencionei por aqui.

Pois bem, depois de se consagrar nos ovais de terra, fazer algumas corridas muito boas na ARCA e ficar distante de competir na Nationwide em 2011, o piloto parece ter se encontrado. Arpin anunciou que irá participar de cinco etapas da Nascar Truck Series pela equipe Turner, começando no Texas e passando, também, por Kentucky, Iowa, Lucas (ex-ORP) e Chicagoland. Nessas provas, o patrocinador será Mike’s Hard Lemonade, que já o acompanha desde o último ano na ARCA.

Essas corridas avulsas foi a maneira que Arpin encontrou para se manter na ativa em 2011 depois de não se animar com a possibilidade de retornar à ARCA, para um terceiro ano, principalmente por conta de já ter participado de etapas da Nationwide pela equipe de Dale Earnhardt Jr e conseguindo um TOP10, em Daytona.

Apesar desse calendário parecer pouco, com ele o canadense saiu ganhando duas vezes. Além de entrar em uma categoria extremamente valorizada pela presença de pilotos internacionais como Nelsinho Piquet, Max Papis e Kimi Raikkonen, Arpin acertou com a Turner, como disse anteriormente. É inegável que o time de Steve Turner parece ser um dos melhores lugares fora das equipes da Sprint Cup para jovens pilotos que queiram chegar à divisão principal da Nascar.

Prova disso são os três trucks inscritos em 2011 – para Brad Sweet/Steve Arpin, James Buescher e Ricky Carmichael – e os quatro carros da Nationwide – de Justin Allgaier, Jason Leffler e Reed Sorenson -, que, aliás, estão entre os quatro primeiros da divisão de acesso.

Embora ainda seja cedo para avaliar o sucesso de Steve Arpin, o piloto tem motivos para ficar animado com esse futuro. Afinal, com patrocinador, lobby de estrelas do esporte e fazendo parte de uma equipe que investe cada vez mais em jovens talentos, o canadense tem todas as condições de seguir caminho rumo à Sprint Cup. O que, entretanto, não é sinônimo de sucesso.

P.S.: sei que a história de Steve Arpin é legal e comovente. Mas a verdade é que ele virou post novamente porque o novo carro é bem bonito

P.S.2: o Verde, grande leitor do blog e que acompanha minuciosamente a carreira de cada campeão da F3000 até o dia da morte, lembrou bem. A Mike’s Hard Lemonade tem história com brasileiros. Essa empresa foi a primeira patrocinadora de Christian Fittipaldi, na Nascar, quando o piloto estreou na então Busch Series (hoje, Nationwide), em 2000. Abaixo, uma foto do carro de Christian (clique para ampliar)

Christian Fittipaldi Nascar