Números da F1 2011 na Austrália

 

Sebastian Vettel
3 estantes novas Sebastian Vettel mandou fazer para 2011 para caber todos os troféus que pretende conquistar

0 carros da Sauber somaram pontos na Austrália mesmo terminando a corrida entre os dez primeiros. Tentaram burlar o regulamento, deu no que deu

1 foi a volta chave da corrida. Sebastian Vettel largou na pole, liderou, venceu e fez parecer fácil

1 parada apenas fez Sergio Pérez, com a Sauber. Surpreende um novato ter sido o melhor poupador de compostos, digamos assim. O que pode ser fundamental na alta temperatura de Sepang, no GP da Malásia

1’28’’947 foi a volta mais rápida da corrida, marcada por Felipe Massa. Uma pena para o brasileiro que a F1 não pontue quem alcance essa marca

2 corridas seguidas Vitaly Petrov terminou na frente de Fernando Alonso. Se mantiver a média, o russo pode ser campeão hein

3 pilotos abandonaram na volta 19: Heikki Kovalainen, Michael Schumacher e Timo Glock. O piloto da Virgin, no entanto, estava trollando essa estatística e retornou à corrida

4 das últimas cinco corridas teve Jaime Alguersuari terminando na 11ª colocação, ou seja, o primeiro fora da zona de pontos. A sequência só não é perfeita porque o catalão pontuou no GP de Abu Dhabi de 2010, ao terminar em nono

5 foi a colocação final de Mark Webber. Esse é o melhor resultado do australiano em Melbourne, igualado em duas oportunidades. A primeira foi em 2002, quando corria de Minardi e a segunda, em 2005, quando estreou pela BMW Williams

7 é o numero do azar da Hispania. A equipe espanhola não alcançou a marca mínima de 107% do tempo da pole-position e ficou de fora do GP da Austrália. A última vez que alguém não tinha se classificado havia sido com Alex Yoong, em 2002, na Alemanha

7 pontos é, obviamente, a diferença ente o líder do campeonato, Vettel, e o segundo colocado, Hamilton

8 anos atrás foi a última vez que houve um GP em que tanto Michael Schumacher quanto Rubens Barrichello abandonaram. Foi o GP do Brasil de 2003, que caiu um pé d’água terrível em Interlagos e a curva do Sol virou um ferro velho de carros da F1. O vencedor foi Giancarlo Fisichella, curiosamente, o único dos três que se encontra atualmente na Ferrari

9 pistas do atual calendário da F1 já tiveram vitórias de Sebastian Vettel. Além da Austrália, o alemão já trinfou na China, Malásia, Reino Unido, Europa, Itália, Brasil, Japão e Abu Dhabi. Apenas nas duas últimas ele venceu mais de uma vez

9 pontos é a diferença entre a líder Red Bull, que soma 35 pontos, para a McLaren, segunda colocada com 26

13 foi a posição de chegada de Jarno Trulli, melhor entre as equipes de 2010. Esse foi o melhor resultado do italiano com a Lotus, empatado com a mesma colocação obtida no GP do Japão do ano passado

14 foi a colocação de Jérôme D’Ambrosio na estreia na F1. Com esse resultado, o belga igualou a melhor posição de chegada de Karun Chandhok, Bruno Senna, Lucas Di Grassi e Timo Glock em 2010

16 pole-positions tem Vettel. Aliás, desde 2007 quem larga na frente no GP de abertura da temporada é campeão no final do ano

22 segundos foi a diferença de Sebastian Vettel para Lewis Hamilton, o segundo colocado

World of Motorsport Rookie of the Year:

 

Paul Di Resta
Paul Di Resta não quer nem ouvir falar em punição à Sauber. "Melhor novato fui eu", diria ele, caso fosse perguntado

Para poder avaliar melhor os quatro novatos da temporada 2011, o World of Motorsport fará um campeonato a parte entre esses pilotos. A cada prova, eles receberão pontos no clássico esquema 10-6-4-3-2-1, além de bônus para cada ponto que marquem na temporada normal da Fórmula 1.

Os quatro competidores são: Sergio Pérez, Pastor Maldonado, Paul Di Resta e Jérôme D’Ambrosio. Se Daniel Ricciardo, ou qualquer outro piloto, estrear, entrará na competição automaticamente. Quem competir em até, no máximo, quatro etapas em 2011, poderá manter o status de novato para 2012, ou quando retornar à categoria.

Após a prova da Austrália, Paul Di Resta tem 11 pontos, seguido por Jérôme D’Ambrosio com 6. Depois vem Pastor Maldonado, 4 e Sergio Pérez, 3.

Por curiosidade, o novato do GP da Austrália de 2010 foi Karun Chandhok ao terminar na 14ª posição.

A próxima etapa da Fórmula 1 é dia 10 de abril, na Malásia.

Um comentário sobre “Números da F1 2011 na Austrália

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s