A fúria de Jennifer Jo Cobb

Jennifer Jo Cobb
Essa foto tirada de Jennifer Jo Cobb nos treinos livres de Bristol foi uma das últimas oportunidades para ver a piloto como o carro 79

A prática do start-and-park na Nascar já foi tema aqui do blog em outas oportunidades. Se você perdeu, explico: esse artifício consiste em uma equipe se aproveitar do fato de uma corrida ter poucos inscritos para alinhar um carro com o mínimo do custo possível. Normalmente, vão às provas com um mecânico, um chefe dos mecânicos, os spotters, o carro com motor, gasolina suficiente para algumas voltas nos treinos e na corrida, além de um jogo de pneus. Assim que a corrida começa, esses pilotos dão poucas voltas e retornam à garagem avisando que o carro estava com algum problema. Por terem participado do evento, ganham o dinheiro da premiação e tudo mais.

Minha opinião sobre isso – e consequentemente posição oficial do World of Motorsport – é de total repudio. Isso não é automobilismo e deve ser encarado como sendo outra coisa. Eu arrisco dizer que é um golpe consentido pela Nascar.

Vários pilotos da categoria compartilham dessa posição. Um deles (ou, no caso, uma) é Jennifer Jo Cobb. Na etapa de Bristol da Nationwide, neste sábado, dia 19, a atleta se revoltou com o dono da equipe 2nd Chance, que lhe ordenara estacionar tão logo a largada acontecesse. A vingança veio em alto estilo: Jennifer desceu do carro instantes antes da largada e decidiu não correr. Pior, ela jogou todo o caso no ventilador e disse em rede nacional. pela ESPN, o que havia acontecido:

“Disseram-me dez minutos antes da corrida começar que eu iria largar e parar, pois como dono do carro ele poderia ordenar que me dessem a bandeira preta. E que iríamos poupar o carro para a Califórnia. Então eu disse que ele estava quebrando o contrato comigo e que eu não iria correr na Califórnia. Eu tive a oportunidade de me tornar uma piloto da Nascar e eu devo isso aos fãs, aos patrocinadores e eu não sou uma piloto de largar e parar. Eu estou aqui para correr”.

Mais tarde, em comunicado, o dono da equipe rebateu dizendo que Jennifer já sabia do plano de largar e parar desde o início da semana. A decisão foi tomada pelo time por conta da batida da piloto na última etapa, em Las Vegas, quando deu PT no carro utilizado. Ainda segundo o dirigente, mesmo sabendo do acordo, ela optou por deliberadamente seguir a rotina normal de pista, comprando pneus e contratanto uma equipe de mecânicos. O dono da equipe informou também que ela escolheu o momento certo para desistir de correr e poder fazer tudo em frente às camêras, o que, obviamente, a piloto nega.

A decisão da equipe baseia-se no fato de só ter sobrado um único carro para as próximas provas. A chance de Jennifer bater na apertada pista de Bristol seria muito maior que um acidente em Auto Club, na Califórnia, na próxima semana, por isso a decisão de ‘pular’ essa corrida. Independente do momento em que a piloto ficou sabendo da decisão, ficou claro que ela foi contra e decidiu mostar isso ao mundo.

Com os ânimos mais acalmados, embora eles tenham concordado com a recisão do contrato, o dono da 2nd Chance afirmou que vai processar Jennifer pela maneira como tudo aconteceu. Não vou dar razão a nenhuma das duas partes, mas ver a cara do dirigente sem saber onde enfiar a cabeça pela situação toda foi uma impagável vingança a essa prática do start-and-park.

Ah sim, depois de 142 voltas, cerca de 1h de corrida, Chris Lawson subiu no carro vago e completou algumas voltas para que o time pudesse ganhar a premiação, além de manter o carro intacto para a Califórnia.

Veja a vingança de Jennifer e o desespero na cara do dono da 2nd Chance (aliás, irônico o nome da equipe, não?)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s