World Series by Renault x GP2

Daniel Ricciardo
O envolvimento da Red Bull com a World Series by Renault já é anitgo

Nesta semana está rolando o segundo treino coletivo da temporada 2011 da World Series by Renault, em Barcelona. Para quem não quem é novo por aqui no blog, a WSR é uma das categorias acompanhadas de perto, embora não ganhe destaque rodada após rodada caso nada de interessante aconteça. De qualquer modo, além de posts pontuais, ela tem direito a um guia no início do ano e uma retrospectiva no final – aliás, a de 2010 pode ser lida clicando aqui.

Só que em 2011 em especial, ao que tudo indica, a WSR promete mais que a GP2. Vamos aos fatos. A GP2 estreou um novo carro, muito parecido com o da F1 e, portanto, muito dependente da downforce, que torna impossível ultrapassar. Não acho que a categoria de acesso direto à F1 vá ter uma temporada marcada por um marasmo só, mas deverá ser muito pior que as dos anos anteriores do próprio campeonato.

Só que a impossibilidade de ultrapassar tem como consequência a manutenção do domínio de duas ou três equipes como as principais da categoria. Levando em conta que alguns times da GP2 são muito mais ricos que outros – em especial a Lotus ART e a Barwa Addax, que até title sponsor têm –,  essas equipes com mais recursos tendem a contratar os melhores profissionais, incluindo pilotos, e lidarem melhor com a mudança do regulamento. Logo, permanecem no topo, arrumando mais e mais investidores, para contratar mais gente competente…

E quais são os resultados disso? Além do já citado marasmo nas provas devido à manutenção das mesmas equipes na frente, também passa a existir a necessidade dos times menores arrumarem mais e mais dinheiro para tentar desbancar as escuderias dominantes. A solução para essa grana extra são os pilotos pagantes.

Como prova disso, esse ano na GP2 temos Lotus ART, iSport, Air Asia e Racing Engineering com duplas interessantes formadas por pilotos que podem chegar à F1 em breve, desde que dependam somente do talento. Fora eles, gente como Romain Grosjean ainda merece certo destaque, mas de resto o grid é formado por Julian Leal, Max Chilton, Stefano Coletti, Rodolfo González, Jolyon Palmer, Fairuz Fauzy…

Davide Rigon
Davide Rigon, da Ferrari, já correu pela GP2 e acabou testando pela World Series

Do outro lado tem a World Series by Renault, que em 2010 teve um campeonato emocionante. Aliás, equilíbrio é uma coisa que não falta nessa categoria: jamais um time fez o piloto campeão em mais de uma oportunidade.

A qualidade do certame em se tratando da formação de pilotos também é indiscutível. Robert Kubica e Sebastian Vettel, por exemplo, foram direto da World Series para a F1, sem passar pela GP2. O desempenho deles no campeonato Mundial só prova que não é necessário disputar a categoria de Bruno Michel.

Porém, o que mais chama a atenção em 2011 é o crescente envolvimento das equipes de F1 na World Series. Além da Red Bull, que desde Vettel coloca os jovens pilotos por lá, o campeonato ganhou a participação da Lotus (de Tony Fernandes) no último ano ao fazer da também malaia Mofaz uma espécie de time Junior.

No final da temporada passada, a Ferrari arquitetou uma entrada na categoria em parceria com a BVM/Target, que havia sido o time escolhido para a vaga aberta. No entanto, a dispensa de Daniel Zampieri do Ferrari Driver Academy pode ter esfriado um pouco as coisas, afinal o pai do piloto é um dos dirigentes do time. Só que na última semana, Davide Rigon treinou tanto com a Ferrari de F1 quanto com o carro da BVM na World Series, o que sugeriu essa parceria ainda estar viva.

 

Robert Wickens
Robert Wickens assinou com a Marussia e já liderou uma das sessões da World Series

Por fim, o último time da F1 a se juntar à WSR é a Marussia Virgin. Os russos acertaram a contratação de Robert Wickens, vice-campeão da GP3, para o programa de jovens pilotos. Eu não ficaria surpreso se, em caso de um bom desempenho, o canadense subisse para a F1 em breve, assim como se tornasse piloto de testes ainda esse ano.

Para finalizar, essa coisa de a World Series by Renault estar sob o olhar da F1 é bastante benéfica por dois motivos. Prova que não é necessário estar naquele círculo da F-BMW/GP3/GP2, que competem nos mesmos finais de semana da categoria principal, além de criar grids muito mais emocionantes.

Em 2011, entre os confirmados estão Daniel Ricciardo, Jean-Eric Vergne, Wickens, Bredon Hartley, Alexander Rossi, Oli Webb, Cesar Ramos e Albert Costa, além de um monte de jovens vindos da F-Renault dispostos a provar que podem subir para a F1 o quanto antes. Por mais que Ricciardo seja o favorito, a expectativa é de um campeonato bastante disputado.

A parte ruim é que se realmente está previsão sobre a World Series by Renault se confirmar, a F1 e a GP2 não vão gostar de uma categoria ‘de fora’ com tanto destaque. A partir daí, deve haver pressão política para que pilotos e equipes boicotem esse campeonato.

Anúncios

Um comentário sobre “World Series by Renault x GP2

  1. Magnifico apanhado Felipe
    Eu pude ver a primeira pós F-Nissan WSR pela Record em 2002 e fui um dos poucos naquele dezembro ? de 2002 debaixo de chuva num Interlagos vazio.
    Sempre fui apaixonado pelos carros WSR e é uma pena a maioria apenas saber de F-1 e GP2 .
    Espero que este ano a categoria continue sendo transmitida no SpeedChannel
    Temos de citar tb Tiago Monteiro, Narain Kartenkhian, Justin Wilson dentre outros que passaram pela categoria e fizeram sucesso .
    Faço o convite pra vc se juntar ao fórum downforce.com.br que é um dos fóruns mais antigos da NET e independente .
    Um abraço e continue com esse magnifico blogue .

    []´s

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s