A nova McLaren MP4/26

 

McLaren MP4/26 carro para temporada 2011 da F1
Se existe uma certeza é que a McLaren nunca decepciona

Os insossos lançamentos de Ferrari, Renault, Sauber e Lotus – as quatro primeiras equipes a apresentarem o carro para a temporada 2011 da F1 – fizeram com que a expectativa por novidades passasse para outros dois times. Era quase certeza que Red Bull e McLaren, pela histórico recente, não iriam decepcionar aos fãs e trariam soluções tão criativas quanto surpreendentes.

Primeiramente, a equipe rubrotaurina correspondeu aos anseios e, nesta sexta-feira, dia 4, foi a vez de a McLaren provar que nunca decepciona. A começar pela própria apresentação em si. Algo inédito na F1, o novo carro sendo literalmente montado na frente dos fãs. Ao invés daquela tradicional cerimônia em que os pilotos puxam um pano que cobre o carro, dessa vez o time inglês pegou um monte de peças e de lá saiu o MP4/26.

O carro em si também apresenta alguns aspectos revolucionários. Se em 2010, a asa-bigorna, que na verdade se tratava do duto-frontal, chamou a atenção na apresentação, dessa vez as entradas de ar em formato de U (ou de L) foram a grande novidade.

Se dessas entradas vier uma solução tão genial quanto foi a do carro antecessor, a McLaren já poderá ser considerada uma especialista no estudo e desenvolvimento do fluxo de ar. Agora imagine o que uma equipe desse gabarito pode fazer inspirada nos escapamentos da Renault, que, voltados para frente, fazem o ar expelido passar por baixo do carro gerando ainda mais downforce.

 

Lançamento da McLaren 2011
No lançamento da McLaren 2011, o carro literalmente foi montado em praça pública

Pensando nisso, hoje, a McLaren já avisou que irá desenvolver um escapamento similar ao da equipe anglo-francesa e que deverá ser usado ainda na pré-temporada.

Se já não bastasse esse trunfo, a McLaren ainda inovou no bico, que é quase completamente retilíneo, sem a curvatura – similar a um abajur – dos demais carros. Outro ponto novo é a entrada de ar localizada atrás do santântonio, que na verdade é uma entrada de ar. Talvez desde a fusão entre essas duas peças, no final da década de 80 e início da de 90, uma mudança tão radical era feita por lá.

O que essa inovação quer dizer? Não faço a menor a ideia. Mas chuto que o objetivo ali é jogar mais ar para a asa traseira, nos mesmos moldes do duto frontal, em 2010.

Se essa entrada de ar na tampa do motor ainda é um mistério, certeza mesmo é o fato de esse carro ser um vencedor. E como posso falar isso se ele sequer foi à pista? Se em 2009, o MP4/24 nascido errado, que deixava tanto Hamilton quanto Kovalainen eliminados em alguns Q1 da vida, acabou ganhando os GPs da Hungria e de Cingapura, o atual carro, ainda que cru, tem uma chance de sucesso muito maior.

Pessoalmente, torço pelo triunfo de Jenson Button, mas acho que o MP4/26 e as tantas inovações foram feitos para se adaptarem às características de Hamilton: um showman vencedor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s