Toyota Racing Series

 

Pilotos do Toyota Racing Series fazendo o Haka
Sabem o Haka? Aquela dança que os maori (e adotada pelos neozelandeses) fazem antes de competições esportivas? Então. TRS, único lugar do mundo onde podemos ver isso. Aliás, reparem na cara de perdidos dos estrangeiros (clique nas imagens do post para ampliar)

Lembram-se do Toyota Racing Series, competição quase equivalente à F3, que abre o ano dos esportes a motor – salvo o rali Dakar – que é sediada lá na Nova Zelândia? Não? Pois é, foi lá onde Lucas Foresti conseguiu a primeira vitória do Brasil no ano passado. Não ajudou a lembrar né? Bom, de qualquer forma essa categoria existe e a nova temporada começou neste final de semana.

Os chassi são Tatuus, seguindo as especificações da FIA para a F3, feitos em fibra de carbono. O motor é um Toyota de 1800cc e 215 hp e os pneus são Michelin, também no padrão FIA para F3. A categoria já revelou gente como Chris van der Drift e Brendon Hartley, embora a imprensa local sempre tenta apontar algum piloto do país como o “novo Scott Dixon melhorado”. Entretanto, a melhor parte da competição é a foto que abre esse post: um bando de garoto dançando o Haka. [Achei isso sensacional, nunca vi algo assim no automobilismo].

Com o relativo sucesso de gente como Hartley e Van der Drift, a lista de inscritos  para 2011 é bem generosa em relação ao ano passado. Se em 2010 eram apenas dois pilotos de fora da Oceania – além de Foresti, o estoniano Sten Pentus também estava presente -, na atual temporada são sete os estrangerios. Destaque para a Rússia, que conta com três representantes: Daniil Kyvat, piloto da Red Bull na F-Renault; Sergey Siroktin, que vai disputar a F-Abarth pela Jenzer; e Ivan Lukashevich, ex-GP3. Ao trio se junta o japonês Cortaram o sacoAI! Kotaro Sakurai e o britânico Alex Lynn – considerado um dos mais promissores pilotos do país, ainda melhor que Oliver Rowland – além de Farnbacher e Hill.

Possivelmente você conheça esses dois últimos sobrenomes. Farnbacher é uma famosa revendedora de Porsches, que inscreve carros da montadora alemã na GrandAm e na Le Mans Series. No endurance, o piloto é Dominik Farnbacher, filho do dono do time e da concessionária e irmão mais velho de Mario. Este, por sua vez, fez parte da equipe de kart de um tal Michael Schumacher durante anos e, em 2010, competiu na F-ADAC Masters, sendo eleito o melhor novato do torneio vencido pelo companheiro de equipe Richie Stanaway. Como a relação entre Mario e Richie era muito boa, o neozelandês sugeriu ao parceiro encurtar as férias e competir na Toyota Racing Series para acumular experiência. A sugestão foi rapidamente acatada.

 

Daniil Kyvat e Josh Hill
Daniil Kyvat liderando um pelotão intermediário. O terceiro carro é de Josh Hill, reconhecível pelo característico capacete

Já Hill é Josh Hill, filho de Damon Hill, campeão da F1 em 1996. O ingês ainda disputa a F-Renault do país de origem e viu a TRS como uma oportunidade de entrar em forma na pré-temporada europeia. Talvez Josh tenha recebido do australiano Scott Pye – atual campeão da F-Ford britânica – o mesmo conselho que Stanaway deu a Farnbacher. Só que nesse caso, Pye também entrou na competição.

Por fim, o grid é completado pelas estrelas da própria Nova Zelândia. O embate local mais esperado é entre Nick Cassidy e Mitch Evans, o atual campeão. Os dois garotos nasceram em 1994 e criaram uma rivalidade na pista, mesmo que Evans tenha competido um degrau acima de Cassidy na maioria das vezes. A realidade é que os dois não se bicam e acabam trocando provocações vez ou outra. Será interessante ver como o novato Nick vai fazer para impedir Mitch de defender o título conquistado em 2010. Apesar de ter apenas 16 anos, Mitch Evans é um dos pilotos mais experientes do grid e deve competir na GP3 pela equipe de Mark Webber na próxima temporada.

Com o grid apresentado, vamos às corridas. O primeiro dos quatro finais de semana triplo da série internacional do Toyota Racing Series aconteceu no famoso (?) autódromo de Teretonga. Na primeira corrida, Scott Pye foi beneficiado por um problema mecânico de Mitch Evans e venceu a corrida, com o próprio Evans e Daniil Kyvat completando o pódio. Na segunda, sem falhas mecânicas, Evans garantiu a primeira vitória em 2011 ao superar o rival Cassidy, enquanto Damon Leicht completou o pódio formado interiamente por neozelandeses. Com o grid invertido na corrida final, o domínio foi europeu. Vitória de Alex Lynn e segundo lugar para Mario Farnbacher, um dos destaques do final de semana. Evans fechou em terceiro.

 

Mitch Evans
Mitch Evans liderando não foi algo incomum em Teretonga

Com os resultados, Evans lidera o campeonato com 202 pontos, contra 178 de Scott Pye e 174 de Alex Lynn. Mais atrás, Nick Cassidy e Mario Farnbacher completam os cinco primeiros. O grande destaque do final de semana, como já era esperado, foi o equilíbrio na categoria. Embora Mitch Evans tenha conquistado três pódios, as corridas tiveram vencedores distintos e apenas o atual campeão finalizou entre os três primeiros mais de uma vez.

Eu destaco a recuperação de Farnbacher como um ponto positivo. O alemão abandonou a primeira corrida e, portanto, não marcou pontos, mas conseguiu dar a volta por cima, pulando para a quinta colocação do campeonato, com 2 top-5 e um pódio. Por outro lado, Daniil Kyvat voltou a decepcionar. Mesmo apoiado pela Red Bull, o russo não foi candidato à vitória. Josh Hill, com dois abandonos e um antepenúltimo lugar também é candidato a bola murcha da rodada.

O próximo round do Toyota Racing Series acontece no próximo final de semana no muito conhecido circuito de Timaru.

2 comentários sobre “Toyota Racing Series

    1. Julio, eu acabei adicionando um parágrafo no texto colocando as especificações do equipamento usado na TRS.

      Os chassi são Tatuus, seguindo a especificação da FIA para a F3. Eu acho alguns deles mais bonitos que os Dallara, aliás.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s