Dakar: longo desafio entre San Miguel e Jujuy

Nasser Al-Attiyah
Nasser Al-Attiyah entrou na briga pelo Dakar

O terceiro dia do Dakar foi o primeiro a apresentar um desafio real aos pilotos. Os trechos curtos ficaram para trás e dessa vez os participantes foram obrigados a atravessar 752 km, dos quais 521 km eram cronometrados, entre as cidade de San Miguel del Tucuman e Jujuy, ainda em território argentino.

Motos: Cyril Despres abriu o terceiro dia de competições na liderança do Dakar. O francês, no entanto, teve problemas antes mesmo do primeiro posto de controle e chegou a ocupar a 45ª posição do estágio. Enquanto isso, a briga pela liderança era entre o americano Jonah Street, da Yamaha, e do português Paulo Gonçalves da BMW.

A dupla no entanto logo foi superada por Marc Coma, que tentava forçar o ritmo para ampliar cada vez a diferença para Despres na classificação geral. O que se viu a seguir foi exatamente o contrário, com o atual campeão da competição descontando o tempo perdido. Se Despres cruzou o primeiro posto de controle 6min54s atrás do então líder Street, o gaulês finalizou o dia apenas 2min21 depois do vencedor Marc Coma.

Paulo Gonçalves encerrou em terceiro, seguido por Olivier Pain, da Yamaha, e por Ruben Faria, companheiro de Coma na KTM. Zé Hélio conquistou um excelente sexto lugar, Jordi Viladoms, Hélder Rodrigues, David Casteau e Juan Pedrero Garcia completando os dez primeiros. Jonah Street caiu da liderança inicial para o 11º lugar.  Entre os brasileiros, Jean De Azevedo finalizou em 16º, enquanto Vicente de Benedctis foi apenas o 102º.

Na classificação geral, o desempenho fantástico de Depres deixou o francês na liderança da competição com apenas 14s de vantagem para Coma. Ruben Faria, ainda beneficiado do bom desempenho na abertura do rali, aparece em terceiro, seguido por Olivier Pain e Zé Hélio. Jean De Azevedo é o 14º e De Benectis, o 86º.

Quadriciclos: Os irmãos Patronelli lideraram quase toda a especial, mas no final acabaram tendo problemas. O também portenho Tomas Maffei garantiu a vitória, sendo seguido pelos compatriotas Sebastian Halpern e Alejandro Patronelli. Os tchecos Plechaty e Machacek finalizaram 20 minutos depois do vencedor. Marcos Patronelli, por sua vez, salvou um nono lugar depois de brigar pela liderança durante todo o dia.

Na classificação geral, Halpern lidera com uma vantagem de 12s para Alejandro. Maffei pulou para terceiro, sendo seguido por Plechaty e Machacek.

Vladmir Chagin
Vladmir Chagin segue imbatível. Vou adiantar um monte de post com vitórias dele, aliás

Carros: O dia começou com Carlos Sainz sendo o primeiro a largar para a longa especial devido aos dois triunfos consecutivos no início da competição. Apesar de contar com pista limpa, o espanhol não conseguiu aproveitar a vantagem e viu o rival Stéphane Peterhansel assumir a liderança da especial.

O piloto da BMW conseguiu abrir vantagem para os adversários nos primeiros postos de controle, mas a partir da quinta marcação Nasser Al-Attiyah já aparecia na frente. Durante boa parte do estágio, os quatro Volkswagens ocupavam as cinco primeiras colocações, salvo o segundo lugar de Peterhansel. O francês, aliás, perdeu a posição para Sainz, que, montanha acima, se recuperara do fraco início de especial.

Já a nível do mar praticamente, Al-Attiyah seguia na frente com boa vantagem para Sainz. A situação do qatari piorou no trecho final ao perder cerca de 1min para o espanhol. No final, Nasser venceu com uma diferença de apenas 29s para Sainz e 59s para Peterhansel. O fim do estágio também foi muito bom para Krzysztof Holowczyc, que pulou de sexto para quarto, ao ultrapassar os Touareg de Ginniel De Villiers e Mark Miller. A terceira BMW, de Leonid Novitskiy finalizou em sétimo, seguido pelo companheiro Orlando Terranova  e pelo MINI de Guerland Chicherit.

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, com um Mitsubishi, encerraram o dia na décima posição, sendo este o melhor resultado de uma dupla sem o apoio oficial de fábrica. Marlon Koerich e Emerson Cavassin terminaram em 28º.

Na classificação geral, Sainz lidera com uma vantagem de 3min34s para Al-Attiyah, o novo segundo colocado. Peterhansel aparece em terceiro, 4min19s atrás do líder. Na sequência, De Villiers, Holowczyc, Terranova e Novitsky, sendo os três últimos de BMW. Guilherme Spinelli ocupa uma excelente oitava colocação, mas tem um déficit de 48min22s. Nani Roma e Christian Lavielle, ambos com Nissan, completam os dez primeiros.

Depois dos problemas na segunda-feira, quando foi rebocado por um Fiat 147, o Hummer de Robby Gordon aparece em 17º lugar. O compatriota Mark Miller, da Volkswagen, que também passou por problemas, aparece um pouco melhor classificado, em 12º. Os brasileiros Koenich/Cavassin ocupam uma boa 21ª posição, depois de um difícil estágio.

Caminhões: Com a especial reduzida para apenas 226 km, os KAMAZ foram imbatíveis mais uma vez. Vitória de Vladmir Chagin (jura?) seguido pelo companheiro Fidalus Kabirov. Ales Loprais, com um TATRA, segue fazendo um excelente rali, terminando na terceira posição. André De Azevedo não foi bem e acabou em 11º, 41min21s atrás do líder.

Na classificação geral, os KAMAZ dominam. Chagin tem uma vantagem de 6min23s para Kabirov. O terceiro lugar na etapa derrubou Loprais para a mesma terceira posição e está 14s longe do adversário mais próximo. André de Azevedo despencou para oitavo.

O quarto dia de Dakar será disputado entre as cidades de Jujuy e Calama. Comparado ao dia anterior, a especial de 207 km parece ser mais fácil. O problema será a descida dos Andes. O estágio começa a 3.300m de altitude e termina na cidade chilena. Pode haver dunas no caminho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s