World of Motorsport
É dia de comemorar um ano de World of Motorsport!

Neste primeiro dia de 2011, o World of Motorsport, este blog, completa um ano de existência. Data curiosa não? Se uma das minhas resoluções de ano novo, para 2010, tivesse sido criar um blog, eu diria que não perdi tempo.

Mas não foi nenhuma promessa. Na verdade, no início eu nem sabia o que escrever aqui. Quem pegar os três posts da estreia – F-Renault em 2009, mulheres no automobilismo e o retorno de Schumacher – vai perceber que a linha seguida foi a de analisar os acontecimentos. No entanto, diante da esperada falta de assunto no início do ano, o mês de janeiro todo foi feito praticamente com notícias factuais com a “cobertura”, digamos assim, do Dakar, do Toyota Racing Series e do F3 Brazil Open.

Ao menos, durante o ano deu para adaptar melhor o conteúdo daqui. Para isso, algumas séries foram criadas, eu aponto três delas como exemplo de certo sucesso: números da F1, os preview da F1 e a coluna da Nascar, ainda que essa tenha estreado somente nos últimos meses.

Por outro lado, teve alguns grandes fracassos. Uma das ideias iniciais era que toda segunda-feira eu comentasse ainda que brevemente o que acontecera nas categorias ao redor do mundo, salvo aquelas que ganhavam posts exclusivos. Eu cumpri isso duas ou três vezes, confesso. Mas a verdade é que não dá para falar de tudo. Chegava segunda-feira, eu tinha todo o material separado, mas era algo interminável. Não deu, paciência.

Outra série que não deu certo foi a Indy Fast Facts, que passava rápidas informações, como o nome diz, sobre como havia sido a prova da Indy do final de semana. Aqui não sei qual foi o problema, mas o índice de leitura foi baixíssimo.

Todas essas séries foram criadas para cumprir o objetivo inicial do blog, que era ter posts interessantes sobre o automobilismo em todos os dias do ano. A melhor parte é dizer que eu consegui atingir essa meta. Como a parte do “interessante” é algo subjetivo, eu analiso somente pelas estatísticas. Foram 383 posts nos 365 dias de 2010, sendo que não houve compensação – entrando dois em um dia e nenhum em outro. Rigorosamente um por dia, no mínimo.

E eu acho que esse foi o sucesso do blog. Imagino que todo mundo conheça milhões de exemplos de blogs que depois de começar, ficaram meses sem atualização, ou entravam aqueles posts burocráticos – isso quando são feitos – só para não deixar a página morrer. Para isso não acontecer aqui, acredito que essa rigidez de todo dia ter que entrar alguma coisa foi a responsável não só pela sobrevivência deste espaço como também por todo crescimento ao longo do ano.

E olha que dá trabalho (e creio que todo mundo fala isso). Vou dar um exemplo bem legal. Sexta-feira é um dia terrível. Todo mundo ama sexta, eu odeio. Em um dia normal, eu vou à universidade de manhã e saio de lá cerca de duas horas antes de o expediente começar. Fácil né? Para quem não passa uma hora dentro de um ônibus e ainda tem que ir almoçar antes de chegar em casa, deve ser.

Aí tem o trabalho. Normal, todo mundo trabalha. Mas o expediente não termina quando acaba. É incrível isso. Terminou o dia, tá todo mundo liberado, mas o treino da Nascar Sprint Cup está rolando. E lá vou eu fazer o texto do treino. Beleza, ainda tá cedo. E quem disse que acabou? Ainda tem a corrida da Nascar Truck Series e, obviamente, também o texto com a história da prova. Depois de tudo isso eu posso enfim aproveitar a minha vida social, antes do pequeno detalhe de acordar cedo no sábado para voltar ao trabalho. Peraí. Esqueci uma coisa. Tem o blog. E, em algum momento entre tudo isso, lá vou eu escrever o texto interessante para entrar aqui.

Apesar de tudo, deu certo. Tenho noção que um monte de gente me xingou por ter furado às sextas-feiras, ou por ter cortado a noite pela metade pra ir dormir antes de trabalhar. Aí a culpa é minha mesmo.

Por fim, acho que o World of Motorsport cumpriu as expectativas. Primeiro, ele inovou. Muitas histórias escritas aqui não foram postadas em nenhum outro lugar, além de fontes tão obscuras quanto este próprio blog. E segundo, conseguiu atingir a meta mais otimista de audiência. Ao longo do ano, a expectativa final de acessos foi recalculada em algumas oportunidades e fico satisfeito ao ver que a última dessas metas estabelecidas foi a mais alta dentre todas e atingida em cheio.

Para 2011, vou tentar manter esse ritmo de um post por dia enquanto der. Já falei o quanto odeio sexta-feira e espero não passar a detestar outros dias da semana. Aproveito a oportunidade para agradecer a todos que passam por aqui e convido novamente a novas visitas.