Jaime Melo
Jaime Melo comemora a vitória em Mid-Ohio

No dia 17 de janeiro, Lucas Foresti conquistou a primeira vitória brasileira em 2010 no automobilismo. O triunfo, que foi asunto deste post aqui, aconteceu no Toyota Racing Series, na Nova Zelândia.

Depois disso, o piloto seguiu a carreira disputando corridas na F3 Inglesa, F3 Sudamericana e GP3. Ao mesmo tempo, outros vários pilotos do país subiam ao lugar mais alto do pódio para comemorar vitórias.

Em 2010 foram muitas. Contando apenas competições internacionais – com pilotos de vários países e disputadas fora do Brasil – os nascidos por aqui acumularam 53 vitórias e cinco títulos. Números muito bons, mas que pecam na relevância.

 

César Ramos
César Ramos venceu três vezes em 2010, para ser campeão da F3 Italiana

Apesar dos títulos de João Paulo de Oliveira na F-Nippon, de César Ramos na F3 Italiana, de Victor Carbone na F2000 e de Thomas Erdos e Fernando Rees na Le Mans Series, nenhum brasileiro venceu corrida nas principais categorias, como F1, GP2, GP3 e Indy Lights. Na Indy, mesmo com as conquistas de Helio Castroneves e Tony Kanaan, os pilotos do país ficaram longe da disputa pelo título.

Em categorias um pouco menores, como a World Series by Renault e a F2, sequer tínhamos representantes. Assim como não havia nenhum brasileiro na F-BMW. No degrau mais baixo das carreiras, formado pelos recém-saídos do kart, vieram três triunfos: Victor Guerin, André Negrão e Nicolas Costa, todos na F-Abarth, sendo que o último ainda foi campeão do torneio de inverno da categoria, mas que por ser um campeonato de tiro curto – duas corridas em um final de semana – não contou como título brasileiro em 2010 no parágrafo acima.

Em um balanço geral, os números foram bons. Em média, uma vitória por semana do ano. A seguir, a descrição de cada triunfo do país em 2010, que premiou Victor Carbone como maior vencedor verde e amarelo da temporada. Além dele, destaque para Fernando “Kid” Rezende, que conseguiu 14 triunfos no ano, correndo na F3 Sudam Light, o que não deixa de ser um triunfo nacional. No caso de Kid, porém, todas as vitórias vieram na divisão em que compete – a Light -, e não na corrida em si. Nada que tire o mérito da conquista. Da mesma forma, os cinco triunfos de Jaime Melo vieram na categoria GT2, com carros muito mais lentos que os P1 da Le Mans Series.

Vitórias internacionais:

Rafael Suzuki
Outras três vitórias brasileiras foram conquistadas por Rafael Suzuki, no Japão

6 triunfos:

Victor Carbone: Virginia 1, Road Atlanta 1, Road Atlanta 2, Mosport 2, Lime Rock 2 e Road America1. Todos na F2000.

5 triunfos:

Jaime Melo: Sebring, Miller, e Mid-Ohio, na American Le Mans Series. Algarve e Silverstone na Le Mans Series. Todos na categoria GT2.

3 triunfos:

André Negrão: F3 Brazil Open Corrida 2, F3 Brazil Open Corrida 3 e F-Abarth Spa-Francorchamps 1.
Carlos Iaconelli: Imola 2, Spa-Francorchamps 2 e Nevers Magny-Cours2. Todos na AutoGP.
César Ramos: Hockenheimring2, Vallelunga1 e Monza2. Todos na F3 Italiana.
Fernando Rees: Algarve, Hungaroring e Silverstone. Todos na categoria GT1 da Le Mans Series.
Gabriel Dias: Silverstone2, Hockenheimring2 e Snetterton2. Todos na F3 Inglesa. Em Silverstone, porém, Alexander Sims cruzou a linha de chegada em primeiro, mas era um piloto convidado.
Helio Castroneves: Barber, Kentucky e Motegi. Todos na Indy.
João Paulo de Oliveira: Motegi e Suzuka na F-Nippon e Suzuka na SuperGT
Rafael Suzuki: Okayama1, Okayama2 e Sugo1. Todos na F3 Japonesa.
Ricardo Zonta: Spa Race, Navarra Qual e Navarra Race. Todos no GT1.

2 triunfos:

Adriano Buzaid: Siverstone2 e Snetterton3. Todos na F3 Inglesa.
Victor Corrêa: Monza 1 e Monza2. Todos na F3 Espanhola. Na primeira vitória, Corrêa terminou em sétimo no geral mas venceu na categoria Copa. Na segunda, venceu também no geral, graças ao grid invertido.

1 triunfo:

Augusto Farfus: 24h de Nurburgring
Caio Lara: Na Star Mazda, em New Jersey 1.
Enrique Bernoldi: No GT1, na corrida principal de Interlagos.
Felipe Nasr: Na F3 Inglesa. em Rockingham3.
Lucas Foresti: No Toyota Racing Series, em Teretonga 3.
Nelsinho Piquet: No GT Open (campeonato espanhol de turismo), em Barcelona1.
Nicolas Costa: Na F-Abarth Winter Cup.
Thomas Erdos: Na Le Mans Series, no Algarve P2.
Tony Kanaan: Na Indy, em Iowa.
Victor Guerin: Na F-Abarth, em Umbria 2.
Xandinho Negrão: No GT1, na corrida principal em Interlagos.

Em competições brasileiras – F3 Sudam, Stock Car, GT Brasil, F-Truck, Porsche Cup, Trofeo Línea e F-Future – foram 133 vitórias. O maior vencedor foi Fernando Kid Resende, como dito acima. Os pilotos com mais conquistas você pode conferir abaixo, lembrando que os campeões dessas categorias, na ordem que apareceram acima, foram Yann Cunha, Max Wilson, Valdeno Brito e Matheus Stumpf, Roberval Andrade, Ricardo Rosset, Cacá Bueno e Nicolas Costa.

 

Fernando Kid Rezende
Ninguém ganhou tanto no Brasil em 2010, quanto Fernando "Kid" Rezende: 14 triunfos ao todo

Vitórias no Brasil:

14 triunfos:

Fernando Kid Rezende: todos na  F3 Sudam Light.

6 triunfos:

Ricardo Rosset: todos na Porsche GT3.

5 triufnos:

Bruno Andrade: Brasília 1, Caruaru 1,2 e 3 e Pinhais 3. Todos na F3 Sudam.
Yann Cunha: Campo Grande 1 e 3, Argentina 1, Uruguai 1 e Londrina 1. Todos na F3 Sudam.
Roberval Andrade: Rio de Janeiro, São Paulo, Londrina, Curitiba e Brasília. Todos na F-Truck.
Cacá Bueno: Salvador e Brasília na Stock Car. Interlagos 1, Brasília 1 e Santa Cruz do Sul 2 no Trefeo Línea.
Ronaldo Freitas: Todos na F3 Sudam Light.
Matheus Stumpf: Todos no GT Brasil.
Valdeno Brito: Todos no GT Brasil.

4 triunfos:

Fabiano Machado: Argentina 2, Uruguai 2, Londrina 3 e Interlagos 2. Todos na F3 Sudam.