Nascar na TV aberta?

Televisão
Nascar na TV aberta. Ainda é provável, mas...

Uma das perguntas mais comuns de quem começa a acompanhar a Nascar é quando a categoria vai ser exibida na TV aberta. Até hoje, essa sequer era uma possibilidade remota. Era nula. Por vários motivos, era impossível que uma emissora brasileira se interessasse em exibir a competição.

Na realidade, a situação não mudou. A chance de a Nascar ser exibida na TV aberta continua inexistente. No entanto, os argumentos tradicionais para justificar a categoria fora da grade de programação não são mais tão cabíveis.

Em primeiro lugar, é preciso deixar claro que não falo da Sprint Cup. Essa segue inviável para a programação brasileira fora da TV paga. A única chance de a Nascar ir para a TV aberta é a Truck Series. Não é coincidência que é a mesma divisão onde Nelsinho Piquet e Miguel Paludo irão competir em 2011. O interesse é justamente esse: exibir ao público brasileiro os pilotos do Brasil em equipes competitivas. E isso traz uma série de consequências, como, por exemplo, atrair o telespectador regular de esportes e anunciantes dispostos a apostar nesse tipo de programação.

Quando eu falei sobre a Sprint Cup ser inviável, muito se dá por conta do calendário da categoria. Somente em etapas válidas para o campeonato, a principal divisão corre 36 vezes, nas tardes de domingo – horário valorizadíssimo (??) da TV -, em provas que chegam a quatro horas de duração. Acho que é desnecessário explicar porque é impossível cogitar algo assim na TV aberta. Caso ainda alguém precise de ajuda, direi apenas uma palavra: futebol.

Só que a Truck Series é um pouco diferente. São 25 etapas e não 36. Um número considerável se comparado às 20 corridas da F1, mas muito menor que a da divisão principal. E isso representa custos menores em se tratando de fazer uma transmissão ao vivo, ainda que do estúdio. Outro fator importante é a duração das corridas. Poucas passam de duas horas. É quase o mesmo tanto que uma prova mais longa da F1 ou da Indy. Como o vídeo disponibilizado pelo satélite já conta com (inúmeros) intervalos comerciais, a trasmissão não fica cansativa. Fora que é bom sempre lembrar que intervalos = mais espaço para anunciantes.

Por fim, as provas da Truck Series acontecem em um horário não muito concorrido da TV aberta: as noites de sexta-feira – embora algumas poucas corridas sejam nas tardes de sábado. Grande parte das 25 etapas acontecem na sexta, começando depois das 21h (horário de Brasília). Não tem o futebol, nem os programas dos principais comunicadores das emissoras.

Mesmo com esses pontos favoráveis, é importante lembrar que além da Nascar, uma série de outros programas  concorre pelo espaço das emissoras nesse horário. Por isso mesmo, segue improvável de o turismo americano ser exibido na TV aberta. Esse post, no entanto, mostrou que é possível a transmissão existir desde que haja interesse das emissoras (e alguém para bancar).

Ah sim, é importante falar que é TV aberta não é sinônimo de Rede Globo, pelo menos não nesse post. Na emissora carioca, a chance de exibirem a Nascar no lugar do Globo Repórter ou das séries semanais de tiro curto por muito tempo ainda deve se manter nula. A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s