Jean-Eric Vergne
Em 2010, Jean-Eric Vergne conquistou o título da F3 Inglesa de forma dominante

Ainda falta mais de um mês para o ano acabar, mas pensando em 2011, a F3 Inglesa fez nessa semana uma série de anúncios em relação à próxima temporada.

Começando pelo nome da categoria, a Cooper Tires renovou como title sponsor até 2014 – caso o mundo não acabe até lá – e mantendo o nome do campeonato como Cooper Tires British F3 International Series.

A parte do International Series é uma exigência da FIA, que obriga a todos os campeonatos nacionais com corridas fora do país de origem levar essa descrição. Falando nas corridas dentro e fora do Reino Unido, o calendário de 2011 foi enfim revelado.

A temporada começa na Itália, corre seis vezes dentro do próprio Reino Unido e ainda visita Alemanha, França e Bélgica. Vamos às datas: 14 a 16 de abril, Monza; 23 e 25 de abril, Oulton Park; 14 e 15 de maio, Snetterton 300; 18 e 19 de junho, Brands Hatch; 15 a 17 de julho, Paul Ricard; 28 a 30 de julho, Spa-Francorchamps; 03 e 04 de setembro, Rockingham; 09 a 11 de setembro, Nurburgring; 24 e 25 de setembro, Donington Park e 07 a 09 de outubro na Arena Silverstone.

F3 Inglesa em Monza
A última vez que a F3 Inglesa correu em Monza, o vencedor foi Sergio Pérez

Em relação à 2010, Silverstone perdeu a data da corrida que usava o traçado original, enquanto Thruxton caiu fora do calendário. No lugar, retornam Monza – depois de um hiato de dois anos – e Donington Park, que ficou de fora em 2010 devido à quebra da empresa que fazia reforma da pista. A etapa da Alemanha e da França também tiveram o local alterado: saíram Hockenheimring e Nevers Magny-Cours para a entrada de Nurburgring e Paul Ricard.

Se os locais foram divulgados, as equipes também começaram a se organizar. Kimi Raikkonen e Steve Robertson venderam a parte deles na Raikkonen-Robertson Racing para Anthony Hieatt, que já era dirigente do time. O ex-piloto da Ferrari disse que pretende se focar apenas no WRC, enquanto Robertson pretende seguir carreira no gerenciamento de pilotos, como, por exemplo, do brasileiro Felipe Nasr. Curiosamente a equipe mudou de nome para Double R Racing, que já era o apelido pelo qual era conhecida, sendo um R de cada um dos sócios.

Ainda sobre os times, a francesa Signature, que disputa a F3 Euro Series, disse que se o campeonato europeu continuar capenga em 2011, eles vão competir no certame inglês. Resta saber o quanto disso é verdade ou apenas pressão em cima da organização da disputa europeia.

Se as equipes estão conhecidas, pouco se sabe em relação aos pilotos. A Carlin confirmou a contratação de Jack Harvey para o lugar de James Calado, que foi competir na GP3 pela Lotus ART. Ao lado de Harvey estará o colombiano Carlos Huertas, que correu dois anos para Kimi Raikkonen. A Double R, por sua vez, afirmou que inscreverá quatro carros, sendo que dois pilotos já estão assinados. Embora eles não revelem nomes, um deles deve ser o brasileiro Pipo Derani, que estava na Fórmula 3 Alemã.

Yann Cunha
Yann Cunha está confirmado pela T-Sport para 2011

Se Derani ainda não é dado como certo no campeonato inglês, Yann Cunha, campeão da F3 Sudamericana já foi anunciado pela T-Sport como piloto para 2011 e correrá ao lado do britânico-bahrenita Menasheh Idafar. O último confirmado é William Buller, que trocou a Hitech pela Fortec.

Quanto às regras, não foram muitas alterações. A terceira corrida do final de semana terá parada nos boxes obrigatória. Além disso, a National Class mudou de nome e passou a ser chamada de Rookie Cup. O vencedor da disputa ganhará a temporada 2012 paga na International Class.

Por fim, o piloto melhor classificado após a prova de Snetterton terá a oportunidade de exibir o carro no tradicional evento de Goodwood, entre os dias 1º e 3 de julho. Nunca um carro da F3 Inglesa participou da comemoração.

A exemplo de 2010, o World of Motorsport vai acompanhar a temporada 2011 da F3 Inglesa, assim como os testes de pré-temporada. A retrospectiva do campeonato de 2010 também durante a pré-temporada.