Números da F1 no Japão

 

Sebastian Vettel
17 pinturas de capacete diferente já usou Sebastian Vettel na atual temporada. Mas esperem. Foram apenas 16 corridas! (Essa estatística não é para ser levada a sério)

 

0s905 foi a diferença final entre Sebastian Vettel e Mark Webber. Como no GP de Cingapura Fernando Alonso superou o alemão por apenas 0s2, já são duas corridas seguidas que a F1 tem carros cruzando a linha de chegada na ‘briga’ pela liderança em diferenças inferiores a 1s

0 pilotos das equipes novatas que começaram a corrida abandonaram. A única baixa foi Lucas Di Grassi, que se acidentou ainda na volta de apresentação. Curiosamente, na última etapa em Cingapura, o brasileiro foi o único dentre os times estreantes a terminar a prova

0 pilotos completaram todos os GPs de 2010. O único que tinha chegado ao final de todos era Felipe Massa, que não passou da primeira curva em Suzuka

1 foi a volta chave da corrida. Sebastian Vettel largou na pole-position e manteve a primeira posição, seguido por Webber e Alonso. E assim terminaram, mesmo com a entrada do safety-car e da balburdia da metade do pelotão na primeira volta

1 ponto somou Sebastien Buemi. O suíço terminou a corrida entre os dez primeiros depois de seis GPs

1’33’’474 foi a volta mais rápida da corrida, marcada por Mark Webber

2 pilotos abandonaram a corrida por ficarem sem uma roda. O primeiro a cair fora foi Robert Kubica, ainda no terceiro giro, enquanto Nico Rosberg resistiu até a volta 48 antes de abandonar

2 corridas levou Nick Heidfeld para marcar os primeiros pontos no campeonato. O alemão chegou no oitavo lugar,o que lhe garantiria um pontinho mesmo que o regulamento de 2009  ainda estivesse em vigor. A efeito de comparação, Kamui Kobayashi só pontuou no sétimo GP da temporada, enquanto Pedro de la Rosa demorou 12 corridas para terminar entre os dez primeiros

3 vezes Vettel venceu uma corrida depois de largar na pole-position. Além de Suzuka, isso aconteceu também em Sepang e em Valência. O alemão partiu da posição de honra oito vezes na atual temporada

4 carros ficaram de fora logo na primeira volta. Vitaly Petrov e Nico Hulkenberg protagonizaram o acidente dos novatos na largada, enquanto Felipe Massa e Vitantonio Liuzzi não resistiram a primeira curva. De todos, só o russo foi punido

6 foi a posição de chegada de Michael Schumacher. O melhor resultado desde o GP da Turquia, em maio, quando finalizou em quarto. Em Suzuka, o alemão foi mais veloz que o companheiro Nico Rosberg e tentou ver se Mercedes pediria ao ex-piloto da Williams para abrir passagem ao heptacampeão. O time negou, mas o piloto de 41 anos usou todo o seu conhecimento em voodoo e afins para que o companheiro perdesse uma roda e abandonasse

6 dos últimos oito GPs Rubens Barrichello terminou entre os dez primeiros

8 corridas seguidas com um novato terminando na zona de pontos. Apesar das batidas de Lucas Di Grassi, Petrov e Hulkenberg antes mesmo da primeira curva, Kamui Kobayashi voltou a salvar a classe dos estreantes ao finalizar em sétimo

14 pontos é a vantagem de Mark Webber, líder do campeonato com 220, para Sebastian Vettel e Fernando Alonso, com 206. Lewis Hamilton já está 28 atrás e praticamente não tem mais chances de conquistar o título

45 pontos é a diferença entre Red Bull e McLaren na tabela de construtores. Essa é a maior diferença entre os times em 2010. Os taurinos têm 426 contra 381 dos ingleses

 

World of Motorsport Rookie of The Year:

 

Kamui Kobayashi
Com os seis pontos de bônus em Suzuka, além dos abandonos de Vitaly Petrov e Nico Hulkenberg, Kobayashi embolou a briga pelo título do WOM Rookie of The Year

 

Para poder avaliar melhor os cinco novatos da temporada 2010, o World of Motorsport fará um campeonato a parte entre esses pilotos. A cada prova, eles receberão pontos no clássico esquema 10-6-4-3-2-1, além de bônus para cada ponto que marquem na temporada normal da Fórmula 1.

Além dos cinco estreantes – Lucas di Grassi, Bruno Senna, Vitaly Petrov, Nico Hulkenberg e Karun Chandhok – Kamui Kobayashi também entrará na competição por ter participado de apenas duas provas na carreira.

Em Suzuka, a ordem de chegada foi Kamui Kobayashi, Bruno Senna, Nico Hulkenberg, Vitaly Petrov e Lucas Di Grassi. Karun Chandhok não participou, assim como não deve mais correr em 2010.

Após a prova do Japão, Vitaly Petrov é o líder, somando 122 pontos, seguido por Nico Hulkenberg com 109. Depois vem Kamui Kobayashi, 108; Lucas Di Grassi, 49; Bruno Senna, 45 e Karun Chandhok, 38.

A próxima etapa da Fórmula 1 será dia 24 de outubro, em Yeongam, na estreia da Coreia do Sul na categoria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s