Fórmula Renault
A F-Renault é o melhor lugar para conhecer as novas promessas do automobilismo

 

Como em qualquer esporte, a melhor coisa da época fora das temporadas é acompanhar as negociações entre equipes e atletas. No automobilismo não é diferente. Mesmo que em algumas categorias, como a F1, o cenário de 2011 seja bastante claro, nos campeonatos menores, por outro lado, só é possível saber o grid todo quando os carros alinham para a primeira corrida do ano.

O melhor jeito de saber quem negocia com quem certamente são os testes de inverno. Essa semana, uma série de categorias começam a treinar já pensando na temporada 2011. Entre elas, a GP3, a World Series by Renault e a F-Renault.

Neste post eu vou me ater à F-Renault. A tradicional categoria – que agora não conta mais com a rivalidade da F-BMW – divulgou a lista dos pilotos que vão participar dos testes coletivos desta semana visando à temporada 2011.

E por que falar justamente da F-Renault? O campeonato é o principal passo na carreira de um piloto que quer tentar a sorte na Europa. Para alguns, o campeonato marca a primeira experiência depois de sair do kart.

Eis a lista:

Epsilon Euskadi: Felice Tiene – Norman Nato – Paul Loup Chatin – Mathieu Jaminet

Tech 1: Jean Baptiste Lahaye – Stoffel Vandoorne

Krenek: Pierre Nicolet – Alexandre Mantovani

Cram: Come Ledogard – Mitch Evans

Interwetten: Yannick Mettler – Mitchell Hale – Paul Lanchere

Koiranen: Richie Stanaway – Michelle Gatting – John Bryant – Daniel Roos

Boetti: Brice Bosi – Pierre Sancinena

Dos 19 pilotos presentes, os destaques ficam para Stoffel Vandoorne (campeão da F4), Come Ledogard (ex-F-BMW), Mitch Evans (campeão do Toyota Racing Series), Richie Stanaway (campeão da F-ADAC Masters) e Daniel Roos.

É muito cedo para falar em definição do grid, afinal a maioria dos pilotos presentes participaram da F4 – que é da própria Renault – e receberam esse teste como um prêmio. Gente que já anunciou participar da temporada 2011 da F-Renault europeia também não está presente, como Carlos Sainz Jr e Danil Kyvat. Ainda assim é curioso observarmos que não há nenhum brasileiro entre os inscritos.

Fica então uma dúvida, será que o Brasil não revelou nenhum piloto no kart, ou nas categorias menores que poderiam tentar a carreira na F-Renault? Lembrando que esse ano tivemos a participação de André Negrão na categoria, correndo pela equipe Cram para quem conquistou uma pole-position e um pódio.