Números da F1 em Cingapura

Fernando Alonso Cingapura
3 vitórias tem Fernando Alonso na temporada: Bahrein, Itália e Cingapura. O espanhol está 11 pontos atrás de Mark Webber apenas

0s293 foi a diferença entre Fernando Alonso e Sebastian Vettel. Esse foi o intervalo mais apertado entre vencedor e segundo colocado da temporada. Salvo a memória me falhe, é o menor desde o GP dos Estados Unidos de 2002

1 piloto terminou todas as etapas. Foi Felipe Massa, que segue em sexto na tabela

1 piloto das equipes novatas chegou ao final do GP de Cingapura. Foi Lucas Di Grassi

1’47’’976 foi a volta mais rápida, marcada por Alonso no giro 58

2 pilotos estrearam na temporada 2010, em Cingapura: Nick Heidfeld, na Sauber no lugar de Pedro de la Rosa, e Christian Klien, na Hispania devido à intoxicação alimentar de Sakon Yamamoto. Ambos abandonaram

2 pilotos de testes participaram do treino livre de sexta-feira: Fairuz Fauzy, da Lotus, e Jerôme D’Ambrosio, estreando pela Virgin no lugar de Lucas Di Grassi

2 extintores foram necessários para apagar o fogo da Lotus de Heikki Kovalainen. Mesmo com o próprio piloto se portando como um bombeiro, o fogo foi contido de forma desorganizada. É bom lembrarmos que o também finlandês Kimi Raikkonen ficava muito irritado quando os fiscais molhavam o carro todo para apagar as chamas, o ex-piloto de Ferrari e McLaren costumava acionar um pequeno jato direto na origem das chamas e mantendo o restante do equipamento intacto

2 interferências fez o safety-car na prova. Primeiro entrou na volta 2 por conta da Force India de Vitantonio Liuzzi parada e depois, devido à batida de Kamui Kobayashi, que envolveu Bruno Senna, no giro 32

2 vezes um piloto largou na pole-position, fez a volta mais rápida e venceu a corrida. Em ambas as ocasiões o autor foi Fernando Alonso, primeiro na Itália e depois em Cingapura, justamente os dois últimos GPs

3 abandonos em quatro corridas teve Lewis Hamilton. O piloto da McLaren caiu da liderança do campeonato para um déficit de 20 pontos para Webber. Nas duas últimas etapas, o campeão da temporada 2008 foi obrigado a deixar a prova por conta de um acidente

7 corridas seguidas com um piloto novato terminando entre os dez primeiros. Dessa vez, Nico Hulkenberg terminou em nono, mas foi punido caindo para décimo

8 pilotos abandonaram o GP de Cingapura: Lewis Hamilton, Kamui Kobayashi e Bruno Senna, Vitantonio Liuzzi, Jarno Trulli, Timo Glock, Nick Heidfeld e Christian Klien

10 foi a posição em que Timo Glock ocupou depois do primeiro safety-car. O piloto permaneceu na posição, disputando de igual para igual com os compatriotas Adrian Sutil e Nico Hulkenberg, durante nove voltas

16 posições ganhou Felipe Massa desde a largada. Porém, quantas ultrapassagens em carros competitivos vimos o brasileiro fazer?

24 pontos é a vantagem da Red Bull para a McLaren nos construtores. Os taurinos somam 383 contra 359 dos ingleses

25 pontos tem Mark Webber, que soma 202, de vantagem para o quinto colocado Jenson Button. Alonso é o segundo, com 191, Hamilton aparece em terceiro, com 182, e Vettel é o quarto, com 181

30 foi a volta chave da corrida. Sebastian Vettel era mais rápido que Fernando Alonso, mas a Red Bull acabou chamando o piloto para os boxes. A Ferrari resolveu fazer a parada do espanhol simultaneamente e o bicampeão pode manter a liderança da corrida

202 pontos tem Webber. É a primeira vez que um piloto alcança a marca de 200 pontos na F1

World of Motorsport Rookie of The Year:

Nico Hulkenberg GP2
Nico Hulkenberg mostrando a todos que somou um ponto de bônus em Cingapura. O piloto da Williams está subindo na tabela e já ameça Petrov na briga pelo WOM Rookie of the Year

Para poder avaliar melhor os cinco novatos da temporada 2010, o World of Motorsport fará um campeonato a parte entre esses pilotos. A cada prova, eles receberão pontos no clássico esquema 10-6-4-3-2-1, além de bônus para cada ponto que marquem na temporada normal da Fórmula 1.

Além dos cinco estreantes – Lucas di Grassi, Bruno Senna, Vitaly Petrov, Nico Hulkenberg e Karun Chandhok – Kamui Kobayashi também entrará na competição por ter participado de apenas duas provas na carreira.

Em Marina Bay, a ordem de chegada foi Nico Hulkenberg, Vitaly Petrov, Lucas di Grassi,Kamui Kobayashi e Bruno Senna. Karun Chandhok não participou, assim como não deve mais correr em 2010.

Após a prova de Cingapura, Vitaly Petrov é o líder, somando 119 pontos, seguido por Nico Hulkenberg com 105. Depois vem Kamui Kobayashi, 92; Lucas Di Grassi, 47; Bruno Senna, 39 e Karun Chandhok, 38.

A próxima etapa da Fórmula 1 será dia 10 de outubro, em Suzuka, no Japão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s