Números da F1 na Itália

Fernando Alonso
3 vitórias tem Fernando Alonso na temporada. O espanhol retornou à briga pelo campeonato

1 piloto apenas chegou ao final de todas as etapas de 2010 até agora: Felipe Massa

1’24’’139 foi a volta mais rápida da corrida, marcada por Fernando Alonso

1h16mins durou a corrida, tradicionalmente a mais curta do calendário

2 vezes na temporada a pole-position não ficou com um piloto da Red Bull. Lewis Hamilton largou na frente no Canadá e Fernando Alonso, na Itália

2 abandonos nas últimas três provas acumula Hamilton. Um desempenho desastroso para quem briga pelo título. A outra corrida da série, entretanto, terminou em vitória do piloto inglês

3 pódios nas últimas quatro corridas acumula Fernando Alonso. O espanhol foi o piloto que mais pontuou nesse intervalo. Somou 68, contra 59 de Webber, 42 de Vettel, 37 de Hamilton, 32 de Button e 57 de Felipe Massa

3 corridas seguidas com Nico Hulkenberg tendo um desempenho melhor que o de Rubens Barrichello, mostrando sinais de adaptação à categoria. Hulk foi sexto na Hungria, 14º na Bélgica e sétimo na Itália, enquanto o brasileiro terminou em décimo no Leste Europeu, abandonou em Spa e repetiu o décimo lugar na última semana. Antes dessa sequência, o alemão só tinha levado a melhor em duas oportunidades: na Malásia e no Canadá

3 vezes na temporada, Timo Glock foi o melhor colocado entre os pilotos das equipes novatas. Essa, porém, foi a primeira em que não houve abandono tanto de Jarno Trulli quanto de Heikki Kovalainen

3 pontos apenas separam Red Bull e McLaren na tabela de construtores. O taurinos somam 350 contra 347 de britânicos

6 provas seguidas com um novato chegando na zona de pontos. Em Monza, Nico Hulkenberg terminou em sétimo

8 vezes no ano Paul Di Resta testou um dos carros da Force India no primeiro treino livre da sexta-feira. Em Monza, conseguiu o melhor resultado até agora. Por coincidência, justamente no melhor desempenho, o primo Dario Franchitti, que compete na Indy, foi assistir ao GP

13 corridas fez Pedro de la Rosa em seu retorno à F1 depois de quatro anos. O espanhol acabou sendo substituído por Nick Heidfeld na Sauber. Essa é a terceira passagem do alemão pela equipe suíça. Ele competiu entre 2001 e 2003 antes de se transferir para a Jordan, retornou em 2006 na era da BMW Sauber, deixou o time ao lado da montadora alemã no fim do ano passado e assume o volante mais uma vez depois de uma curta passagem de tempo como piloto de testes da Mercedes e depois da Pirelli

24 pontos é a diferença entre os cinco primeiros colocados. Esta também é a estatística que todo mundo bombardeou desde a corrida. De qualquer forma, Webber soma 187 e tem cinco pontos de vantagem para Hamilton. Alonso está 21 atrás do líder, Button tem um déficit de 22 e Vettel fecha a ordem

36 foi a volta chave da corrida, com Fernando Alonso retornando dos boxes na frente do então líder Jenson Button

52 foi a volta em que Sebastian Vettel fez a parada nos boxes, em uma estratégia única de parar com duas voltas para o final. Deu certo e o piloto manteve a quarta posição que ocupava na pista

100% das corridas em que largou na pole-position, Fernando Alonso conquistou a vitória. O feito ocorreu apenas em Monza. A marca é expressiva se levarmos em conta a média de 14% de Sebastian Vettel e de 40% de Mark Webber. Lewis Hamilton, porém, também detém um score perfeito

World of Motorsport Rookie of The Year:

Nico Hulkenberg
Com os bons resultados recentes, Nico Hulkenberg passou Kamui Kobayashi e já mira Vitaly Petrov na disputa pelo título do WOM Rookie of The Year

Para poder avaliar melhor os cinco novatos da temporada 2010, o World of Motorsport fará um campeonato a parte entre esses pilotos. A cada prova, eles receberão pontos no clássico esquema 10-6-4-3-2-1, além de bônus para cada ponto que marquem na temporada normal da Fórmula 1.

Além dos cinco estreantes – Lucas di Grassi, Bruno Senna, Vitaly Petrov, Nico Hulkenberg e Karun Chandhok – Kamui Kobayashi também entrará na competição por ter participado de apenas duas provas na carreira.

Em Monza, a ordem de chegada foi Nico Hulkenberg, Vitaly Petrov, Lucas di Grassi, Bruno Senna e Kamui Kobayashi. Karun Chandhok não participou, assim como não deve mais correr em 2010.

Após a prova italiana, Vitaly Petrov é o líder, somando 113 pontos, seguido por Nico Hulkenberg com 94. Depois vem Nico Hulkenberg, 89; Lucas Di Grassi, 43; Karun Chandhok, 38 e Bruno Senna, 37.

A próxima etapa da Fórmula 1 será dia 26 de setembro, em Marina Bay, em Cingapura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s