Patrick Sheltra
Patrick Sheltra comemora vitória em Chicagoland

Enquanto as categorias de turismo americano são sinônimo de Nascar, a ARCA vem provando que é possível fazer um bom campeonato sem badalação.

Só que aí, em um primeiro momento com o nariz empinado, a gente olha a tabela das divisões da Nascar. Sem contar o Chase da Sprint Cup, a classificação mais apertada é a da Truck Series em que o líder, Todd Bodine, está apenas 236 pontos na frente de Aric Almirola, o segundo colocado. Vale lembrar que uma vitória vale 190 pontos e que todos os pilotos pontuam. O intervalo a cada posição na pista varia de 3 a 5 pontos de diferença na tabela.

Daí a gente chega na ARCA. Para começo de conversa, não é um líder no campeonato, são dois: Craig Goess e Frank Kimmel. A dupla aparece na liderança, com uma vantagem de apenas cinco pontos para Patrick Sheltra, o terceiro, que venceu a prova de Chicagoland nesta sexta-feira, dia 27. O quarto na tabela é Tom Hessert, 20 pontos atrás dos ponteiros. Os demais aparecem com um déficit de mais de 100 pontos para os primeiros colocados.

Lembrando que na ARCA, os pilotos somam cerca de 400 pontos por corrida e o intervalo por posição na pista é de cinco pontos. Isso quer dizer que entre os oito primeiros, separados po 310, o campeonato está completamente aberto. Sem precisar de um Chase para forçar a disputa.

É claro que isso poderia ser exceção. Afinal, ano que vem pode ser a Truck com uma diferença apertada e, em 2012, a Sprint. Só que essa é a terceira temporada seguida com o campeonato da ARCA completamente imprevisível faltando cinco provas para o final. É difícil arriscar um favorito para essas últimas etapas. Embora eu apostasse que o decacampeão Kimmel levará mais um troféu para a casa.