Brian Vickers
Depois das dúvidas sobre continuar a carreira, Brian Vickers está de volta

Depois de quatro meses ausente do automobilismo e sofrendo com uma doença misteriosa, Brian Vickers anunciou neste sábado, dia 21, em Bristol, que estará de volta à Nascar Sprint Cup na temporada 2011 depois de se recuperar de coágulos no sangue.

O piloto da Red Bull descobriu a misteriosa doença enquanto estava em Washington para uma visita à Casa Branca. Interando às pressas, Vickers foi diagnosticado e ainda foi alertado sobre o risco que era participar das corridas que poderiam agravar o problema de saúde.

Desde então, Casey Mears, Mattias Ekström, Reed Sorenson e Boris Said pilotaram o Toyota número 83, que esperava a recuperação do piloto. Vickers se submeteu a um tratamento envolvendo temporadas em lugares extremos como mergulhos constantes e dias em Aspen.

Os médicos então descobriram que o piloto tinha um buraco no coração, que possivelmente era a causa dos muitos coágulos no sangue. Na última segunda-feira, o piloto da Red Bull se submeteu a uma cirurgia e, tão logo recebeu a liberação médica para voltar a correr, arrumou as malas rumo à Bristol, onde, enfim, pôde anunciar que está de volta à Nascar.

Vickers, no entanto, só deve retornar às competições mesmo em 2011, usando o final da atual temporada para recuperar a condição física necessária para aguentar as longas provas do turismo americano.

Vale lembrar que para 2011, a Red Bull já tinha acertado com Kasey Kahne. Agora com a volta de Brian Vickers, a equipe tem uma dupla de peso. Resta saber se Scott Speed será mantido na equipe, mesmo com o ex-piloto de F1 tendo contrato vigente, a permanência no time é um mistério.