Números da F1 na Inglaterra

Mark Webber comemora a vitória em Silverstone ao lado de Nico Rosberg e Lewis Hamilton
3 vitórias tem Mark Webber na temporada. Mais que qualquer outro piloto

0 pontos tem Pedro de la Rosa no campeonato. É o único entre os 18 pilotos das equipes tradicionais que ainda não marcou pontos. Para piorar a fossa do catalão, Kobayashi pontuou em três das últimas quatro etapas

1 foi a volta chave da prova, quando na largada Mark Webber superou Sebastian Vettel, que acabaria saindo da pista com um pneu furado depois de um toque em Lewis Hamilton. O australiano não foi mais superado

1 aparição fez o Safety Car para que os fiscais pudessem retirar os detritos na pista

1 destinatário errado no e-mail deixou Bruno Senna de fora da etapa britânica. O brasileiro parece ter mandado uma mensagem criticando o carro da equipe, mas esqueceu que Colin Kolles, diretor do time, era um dos destinatários. O dirigente ficou puto com o brasileiro e o deixou de castigo, fora da prova

1’30’’872 foi a volta mais rápida marcada por Fernando Alonso no último giro

2 vezes entre os cinco primeiros chegou Rubens Barrichello nas últimas duas provas. É a maior sequência da Williams desde que Nico Rosberg chegou cinco vezes seguidas no TOP 5 em 2009, entre os GPs da Alemanha e da Europa

3 corridas seguidas em que Felipe Massa não soma pontos. O melhor resultado do brasileiro foi um 11º lugar em Valência. Não levando em conta as provas em que esteve acidentado, em 2009, a última vez em que o piloto da Ferrari passou tantas corridas em branco foi no início da temporada passada, quando pontuou apenas na quinta corrida, na Espanha

5 carros das equipes novatas chegaram ao final da corrida. Apenas Lucas Di Grassi ficou pelo caminho. Os times pequenos, porém, não tiveram muito destaque na prova salvo a briga de Vitantonio Liuzzi com as Lotus

7 pontos separam Rubens Barrichello de Michael Schumacher. Em toda a carreira, o brasileiro nunca ficou a frente do ex-companheiro na tabela de classificação salvo após os primeiros GPs da temporada

8 pilotos diferentes conquistaram o GP da Inglaterra nas últimas oito corridas. Mark Webber foi o último a se juntar ao grupo. Felipe Massa, Jenson Button, Nico Rosberg e Robert Kubica podem fazer o número aumentar nas próximas temporadas

13 posições melhorou a Mercedes em relação ao GP da Europa. Nico Rosberg saiu da décima para a terceira colocação, enquanto Michael Schumacher pulou de 15º para nono

24 pontos separam Lewis Hamilton, líder do campeonato e que soma 145 pontos, de Sebastian Vettel, o quarto colocado. A diferença é inferior a uma vitória. Jenson Button está 12 pontos atrás do companheiro e Webber aparece 17 atrás

29 pontos é a diferença da McLaren, que soma 278, para a Red Bull

52+1 foi a outra volta chave da prova. Apesar da corrida ter apenas 52 voltas, quando Vettel e Webber se encontraram para cumprimentos e comemorar a vitória, o clima pesado na Red Bull ficou claro. Por causa de uma asa atualizada do carro do australiano dada ao alemão, Webber fechou a cara, não gostou da posição de segundo piloto e disse que não teria renovado o contrato se soubesse que ia passar por essa situação

World of Motorsport Rookie of The Year:

Kamui Kobayashi
Kamui Kobayashi foi o melhor novato pela terceira vez na temporada. Somou 16 pontos, com o bônus e ultrapassou Nico Hulkenberg, que também pontuou, na classificação

Para poder avaliar melhor os cinco novatos da temporada 2010, o World of Motorsport fará um campeonato a parte entre esses pilotos. A cada prova, eles receberão pontos no clássico esquema 10-6-4-3-2-1, além de bônus para cada ponto que marquem na temporada normal da Fórmula 1.

Além dos cinco estreantes – Lucas di Grassi, Bruno Senna, Vitaly Petrov, Nico Hulkenberg e Karun Chandhok – Kamui Kobayashi também entrará na competição por ter participado de apenas duas provas na carreira.

Em Silverstone, a ordem de chegada foi Kamui Kobaysahi, Nico Hulkenberg, Vitaly Petrov, Karum Chandhok e Lucas di Grassi. Bruno Senna não participou.

Após a prova britânica, Vitaly Petrov é o líder, somando 68 pontos, seguido por Kamui Kobayashi com 61. Depois vem Nico Hulkenberg, 56; Karun Chandhok, 38; Lucas di Grassi, 33 e Bruno Senna, 26.

A próxima etapa da Fórmula 1 será dia 25 de julho, em Hockenheimring, na Alemanha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s