Hyundai de Rhys Millen para a subida de Pikes Peak
A bela máquina de Rhys Millen para a subida de Pikes Peak

Parece um carro de Le Mans, mas não é. Esse protótipo aí foi construído pela Hyundai em parceria com a Rhys Millen Racing para a tradicional prova da subida de Pikes Peak. Antes de contar a história desse Rhys Millen vamos à prova.

A subida de Pikes Peak é uma competição do calendário da FIA e regulamentada pela SCCA e pela Rally America em que os pilotos partem da sétima milha da estrada da cidade e percorrem uma distancia de 20 quilômetros, em 156 curvas, montanha acima. O percurso é quase todo de tarmac e lama além de trechos estreitos e sem nenhuma proteção.

As montanhas de Pikes Peak
O traçado de Pikes Peak é desafiador e perigoso

A competição ocorre de 1916 para carros e motos e já teve vencedores como Mario Andretti (aliás, alguém me diga o que ele nunca ganhou), Al Unser, Bobby Unser e Ari Vatanen.

Em 1994, Rod Millen cravou o recorde de 10’04’’06 e aí começou a saga do carro lá de cima. A marca foi histórica e durou até 2007, quando o japonês Nobuhiro “Monster” Tajima demoliu o tempo de Millen ao fazer o percurso em 10’01’’408.

Para devolver a honra e o domínio da família nas montanhas do Colorado, Rhys Millen começou a treinar exaustivamente para recuperar a marca. No ano passado, a bordo de um outro Hyundai ele bateu o recorde da classe destinada aos carros com tração em apenas duas rodas. Já para 2010, ele se juntou aos sul-coreanos para baixar dos 10 minutos.

Suzuki de Nobuhiro Tajima para Pikes Peak
Tajima confia no bom Suzuki para não perder o recorde para Millen

Só que um dia depois de Millen apresentar a nova máquina, Tajima voltou. Disse que também quer baixar o próximo recorde e está confiante para vencer Millen. Quem será que vai levar a melhor?

Abaixo você pode conferir o documentário da vitória de Ari Vatanen em 1989 e ter uma idéia de como é difícil o percurso de Pikes Peak: