Hendrick & Phoenix Racing

Final da prova de Talladega em 2009
A vitória em Talladega foi a primeira e última da Miccosukee na Nascar

Quem acompanha a Nascar já notou que o carro número 09, pelo qual Brad Keselowski venceu em Talladega na temporada 2009, já não carrega mais as cores da Miccosukee, cassino e resort indígena que patrocinava o time. No lugar, o carro competiu com um esquema de pintura predominantemente vermelho, mas sem nenhuma marca.

A equipe descrita é a Phoenix Racing, de James Finch, que compete na Nascar desde 1990, mas que passou por uma séria crise desde a saída do dinheiro indígena. Como resultado, os carros do time na Nationwide Series quase foram vendidos e não competem há duas provas, já os da Sprint Cup também estão à venda.

Na Nationwide, Steven Turner, futuro sogro do piloto James Buescher – que competia na Phoenix Racing – quase comprou a equipe. No entanto, a transação não deu certo e Finch foi forçado a não participar das corridas menos rentáveis, em que é mais complicado achar um patrocinador.

Na Sprint Cup, a salvação parece ser Rick Hendrick. O dono de equipe já havia se associado à Phoenix Racing em 2009, nas provas em que Brad Keselowski, então piloto da Hendrick/JR Motorsports, competia.

Em 2010, com a ida de Keselowski para a Penske e sem outro piloto para desenvolver, a sociedade foi desfeita e a Phoenix Racing seguiu o caminho independente. Bem na verdade, salvo em Talladega, onde defendiam a vitória, a equipe mal largava nas corridas.

Corvette de Jan Magnussen
Dinheiro de Hendrick trouxe Jan Magnussen para Sonoma

Então, durante a crise, reapareceu Rick Hendrick, que tinha total interesse na manutenção da equipe parceira para que em 2011, Kasey Kahne possa competir por lá. O ex-piloto da equipe de Richard Petty assinou contrato para substituir Mark Martin na Hendrick em 2012, só que para a próxima temporada, ele ainda está a pé. Só que para isso acontecer, é necessário que o carro 09 compita durante todo este ano.

A prova do interesse de Hendrick  em colocar Kahne por lá é clara. O dirigente já colocou dinheiro no time amigo. Primeiro, em Michigan, Landon Cassil – que dividia as atenções com Keselowski como jovem talento da Chevrolet – estreou na Sprint Cup, embora não tenha feito nada além de largar e parar. Depois, para Sonoma, Jan Magnussen, piloto oficial da Chevrolet, foi escalado para correr pelo carro 09, com o patrocínio das concessionárias de Rick Hendrick.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s