Daniel Juncadella foi o segundo mais rápido em Barcelona
O espanhol Daniel Juncadella foi o segundo mais rápido nos testes em Barcelona

A Fórmula 3 Euro Series parece estar na derradeira temporada. Para quem se acostumou a ver grid com quase 30 carros, nos últimos anos, parece inexplicável que só há 13 pilotos confirmados até o momento para a temporada 2010. Os remanescentes estão em Barcelona para os primeiros testes coletivos da categoria.

“Ficou muito caro perder para a ART.” Este foi o argumento dos diretores de equipes para justificar a desistência do certame europeu. As equipes Carlin e Manor se mudaram para a GP3, enquanto SG Formula e Kolles & Heinz Union apenas deixaram a categoria. Mas hoje não teve ART na frente. O mais rápido foi o estreante Adrian Quaife-Hobbs da Motorpark Academy, que foi na contramão e resolveu apostar na F3 européia.

Em segundo veio outro estreante: Daniel Juncadella, que veio da F-BMW para a equipe Prema.  O primeiro carro da ART foi somente o terceiro, com o favorito Valtteri Bottas, seguido pelo colombiano Carlos Muñoz, da Mücke, e pelo português Antonio Félix da Costa, que também estreia pela Motorpark Academy.

Apesar de apenas 13 carros terem treinado, não podemos reclamar da competitividade. Os 12 primeiros estiveram separados por apenas oito décimos. O 13º foi o francês Nicolas Marroc, companheiro de Juncadella na Prema.

Segundo os anúncios feitos pelas equipes após a temporada 2009, ainda restam seis vagas na categoria. Uma na Mücke, outra na Prema e duas na HBR Motorsport e mais duas na Jo Zeller Racing. Dos três brasileiros que disputaram a temporada passada, apenas Tiago Geronimi ainda não anunciou planos para 2010. Pedro Enrique Nunes foi para a GP3, enquanto César Ramos migrou para a Fórmula 3 Italiana.