As corridas recomeçam

Brasiliense Lucas Foresti competirá na Toyota Racing Series
Lucas Foresti é o brasileiro no grid da Toyota Racing Series

Depois de quase dois meses apenas com testes, as corridas estão de volta. Quem abre a temporada 2010 é a Toyota Racing Series (TRS), da Nova Zelândia. Confesso ao leitor que descobri isso por acaso. Eu já conhecia a série muito por cima e aproveitei um dia de ócio, em que São Pedro não poupou a cidade de São Paulo, e cliquei por acaso no site da categoria.

Entre os 12 pilotos, um brasileiro. É o brasiliense Lucas Foresti, que competiu com a Cesário Fórmula em 2009, na F3 Sudam.

Agora me permitam explicar a importância dessa categoria tão distante. O principal é justamente por ser a primeira a começar. Quatro dos cinco rounds acontecem até o fim de fevereiro, época que as grandes categorias ainda nem começaram. Esses quatro rounds são chamados de International Series. Há um último round em Taupo, aquele mesmo kartódromo circuito utilizado pela A1 GP.

Por ser a primeira categoria a começar, acaba atraindo pilotos de todos os níveis. Desde Indy Lights, passando por World Series by Renault e F-3. A maioria, claro, vem da Austrália e da Nova Zelândia. Sendo que, nos últimos anos, os principais nomes foram Jay Howard, Brendon Hartley, Chris van der Drift, Edoardo Piscopo, Andy Knight, William Buller e Earl Bamber.

Detalhe de um dos carros da Toyota Racing Series
Detalhe de um dos carros da Toyota Racing Series

A geração 2010 não decepciona. Entre os 12 pilotos, além de Lucas Foresti, temos o estoniano Sten Pentus, vindo da WS by Renault; o australiano Chris Wooton, que correu de F-BMW asiática; o local Mitch Evans de apenas 15 anos, considerado a nova revelação do país, vindo da Fórmula Ford e Earl Bamber, sem emprego após o fim da A1GP, tentando retomar o rumo da carreira após um 2009 apagado. Bamber já foi considerado, inclusive por David Sears, dono da Supernova, um dos principais nomes do futuro no automobilismo mundial.

A própria TSR diz ser uma categoria no mesmo nível da Fórmula Renault. São motores de 150hp, 1800cc movidos a etanol. Os chassis são Tatuus, pneus Michelin e não pesam mais que 550kg, com o piloto.

O primeiro round acontece nesse final de semana em Teretonga (eu também nunca ouvi falar). O mais rápido nos treinos desta quinta-feira foi Daniel Jilesen, de 26 anos. Lucas Foresti esteve entre os mais rápidos, sendo o mais veloz na última sessão. Ah sim, cada round tem três corridas, mas a principal é sempre no sábado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s