O qatari Al-Attiyah
Al-Attiyah venceu a emocionante segunda especial entre Córdoba e La Rioja (arquivo)

Córdoba ficou para trás nesse terceiro dia de Dakar. Os competidores atravessaram 687 km, sendo 355 km cronometrados, rumo a La Rioja. Os Andes estão chegando.

A capital da província homônima é uma típica cidade de interior, não lembra em nada a movimentada Córdoba. Isabela Perón é a filha mais conhecida da cidade de La Rioja, que foi arrasada por um grande terremoto há 200 anos. Hoje foi a vez da caravana do Dakar fazer a cidade tremer.

David Fretigne, da KTM, venceu nas motocicletas e já é terceiro no geral. O vencedor da primeira etapa, Casteau, foi o segundo e manteve a liderança. Marc Coma chegou em terceiro e Cyril Despres terminou em quarto. Porém o espanhol foi punido por passar rápido de mais por uma vila e teve 22 minutos acrescidos no seu tempo, perdendo a terceira colocação. Helder Rodrigues foi o sexto, ocupando a mesma posição no geral, enquanto Jonah Street já aparece em 10º. Destaque para o brasileiro Thiago Fantozzi, 23º.

Dia emocionante para os carros. Nani Roma largou em primeiro, mas não fez uma boa etapa, terminando somente na 18ª posição. Se não era o dia da BMW, a Volkswagen agradeceu. E quem diria, Maurício Neves apareceu no topo da tabela de classificação em boa parte da especial. O brasileiro finalizou o dia em terceiro, subindo para quinto na classificação. O novo líder do Dakar é o qatari Nasser Al-Attiyah – aposta deste que vos escreve – vencedor da etapa de hoje.

Completando, Guelain Chicherit foi o segundo com uma BMW, Carlos Sainz terminou em quarto e Mark Miller fechou o dia de domínio da Volkswagen. Na geral, Al-Attiyah lidera, seguido por Sainz, Peterhansel,Miller e Maurício Neves. Robby Gordon caiu para nono, uma posição atrás de Nani Roma. Guilherme Spinelli é o 17º, após um 20º lugar na especial de hoje. Destaque para Jean Azevedo, 26º hoje, mas está 3h31 atrás do líder, por conta de problemas ontem.

Pelos quadriciclos, Sonik foi punido e perdeu a vitória de ontem. Para piorar, foi o último no dia de hoje, desabando para a 22ª colocação. Vitória do francês Deltrieu, enquanto o espanhol Gonzalez-Corominas é o novo líder. Já nos caminhões, passeio dos Kamaz, com Chaguin vencendo e Kabirov em segundo. O Tatra de André Azevedo chegou em terceiro em um excepcional dia para os brasileiros em todas as categorias. Chaguin, Kabirov e Azevedo também são os três primeiros no geral.

O alemão Mirco Schultis, que atropelou cinco pessoas ontem, decidiu deixar o Dakar. Amanhã será o último dia em solo argentino, nessa primeira parte. A caravana cruzará os 441 km que separam La Rioja de Fiambala. Essa é a especial mais curta do Dakar 2010, apenas 182 km cronometrados.